Há dias excelentes, memoráveis. Há também os menos bons. Os marcantes. Os decisivos. Este espaço é, apenas, um conjunto de desabafos fruto dos dias que vou percorrendo e da minha (in)sanidade mental. E, tal como eu... tem dias!

Terça-feira, 13 de Outubro, 2009

Tenho feito um esforço enorme para não comentar os resultados das autárquicas no Domingo passado. Mas, já não aguento mais. Vou poupar-me (e poupar-vos, claro está!) a um grande devaneio sobre o país, cores políticas, partidos, etc. e tal. Agora... não consigo ficar indiferente ao facto de alguém que é considerado culpado (no desempenho das funções enquanto presidente da câmara à qual está a recandidatar-se) - e sim, a nossa justiça tem inúmeros defeitos, mas, quando actua... o que é que os portugueses fazem? Ignoram-na... não se entende - volta a ser re-eleito, ainda para mais com a expressão de votos que foi.

Não entendo. O que é que as pessoas que votam em Oeiras estão a dizer? Que não faz mal que ele seja corrupto, porque até tem obra feita? Enquanto que há uns tantos que metem ao bolso e nada fazem? Mas... será que sou só eu que acha isto tudo uma vergonha? Se ele não tivesse sido corrupto, o desenvolvimento (ainda mais do que o que está à vista) teria sido MUITO MAIOR!!!

Eu moro em Lisboa, mas todos os dias (ou quase) passo no concelho de Oeiras e trabalho num dos "ex-líbris" das redondezas - o Tagus Park. É uma vergonha abissal as condições de acesso e o facto de não existirem transportes públicos, decentes e de acordo com os horários que as pessoas fazem - sim, bem sei que já esteve muito pior... mas lá voltamos nós ao mesmo; não é o "já esteve mau"; é "poderia estar muito melhor e... não está!!!). Ainda ontem se referia isso mesmo ao almoço. Se aquela-coisa-projecto-de-metro-de-superfície já tivesse chegado ao Tagus Park (como era o projecto inicial), talvez não fosse o fracasso que é. Actualmente apenas faz a ligação entre a estação de Paço de Arcos e o Oeiras Parque... pois...

Não me venham com histórias. É inacreditável. Insultuoso!

Uma coisa é quando a nossa justiça não funciona - porque se fosse o mais comum dos mortais envolvido num processo semelhante... eu queria ver se a coisa era tratada da mesma forma - e os casos prescrevem. E os nossos digníssimos advogados conseguem dar as voltas necessárias, para conseguirem ilibar os clientes. Na candidatura anterior, até eu daria o benefício da dúvida - até porque, muito sinceramente, nunca pensei que viesse a ser considerado culpado - enquanto alguém é arguido, não significa que seja culpado. Agora... a decisão já tinha saído... com recurso ou sem ele. Tenha dó!!!

Valha-nos o exemplo do que sucedeu com Fátima Felgueiras.

Portugal no seu pior.

tags:
publicado por K às 19:07

mais sobre mim
Gosto de...
Dias de Verão: praia, calor. Dias de Inverno: frio e neve. Família. Amizade sincera. Amor. Cantar a plenos pulmões. Dançar até cair para o lado. Boa gargalhada. Fazer tudo e coisa nenhuma. Música. Bom livro. Bom filme. Gelados. Chiquelates. Café. Chá. Dormir. Acordar com vontade de gozar o dia. Conversar horas a fio. Silêncio. Mar. Lua. Estrelas. Guiar sem destino. Viajar. Fotografia. Cheiro a "chuva molhada". Campo. Cidades. Cães. Ar livre. Futebol. Escrever. Pão quentinho com manteiga. Não dar pelo passar do dia. Férias. Trabalho... (nota: ordem aleatória)