Há dias excelentes, memoráveis. Há também os menos bons. Os marcantes. Os decisivos. Este espaço é, apenas, um conjunto de desabafos fruto dos dias que vou percorrendo e da minha (in)sanidade mental. E, tal como eu... tem dias!

Quinta-feira, 24 de Setembro, 2009

Gostava que, pelo menos por um dia, um mês... ou  quem sabe... para sempre, as pessoas com alguns cargos não se esquecessem do que decidem (às vezes umas semanas atrás), para voltarem atrás nas decisões - atenção, repensar e decidir de outra forma, não tem mal nenhum, mas não é disso que se trata, neste caso.
E o que é pior... vêm com um ar - que quase me tira do sério, tenho de engolir trezentos sapos, c'est la vie - de que nem nunca ouviram falar na decisão que elas próprias tomaram... como se o que eu estou a referir fosse uma blasfémia. A sério. É por estas e por outras que o país não avança. Porque a cada passo para a frente, damos três para trás e dois para o lado. Vidas... Lá vou eu refazer uma série de coisa, avizinha-se um dia fabuloso pela frente (e amanhã deve ser melhor ainda). Razão tinha eu para querer já que estivéssemos quase no fim-de-semana.
E pronto, depois de ter despejado algum do mau feitio, vou-me agarrar à coisa.

publicado por K às 10:13

qual coisa ?
diospiro a 24 de Setembro de 2009 às 23:47


mais sobre mim
Gosto de...
Dias de Verão: praia, calor. Dias de Inverno: frio e neve. Família. Amizade sincera. Amor. Cantar a plenos pulmões. Dançar até cair para o lado. Boa gargalhada. Fazer tudo e coisa nenhuma. Música. Bom livro. Bom filme. Gelados. Chiquelates. Café. Chá. Dormir. Acordar com vontade de gozar o dia. Conversar horas a fio. Silêncio. Mar. Lua. Estrelas. Guiar sem destino. Viajar. Fotografia. Cheiro a "chuva molhada". Campo. Cidades. Cães. Ar livre. Futebol. Escrever. Pão quentinho com manteiga. Não dar pelo passar do dia. Férias. Trabalho... (nota: ordem aleatória)