Há dias excelentes, memoráveis. Há também os menos bons. Os marcantes. Os decisivos. Este espaço é, apenas, um conjunto de desabafos fruto dos dias que vou percorrendo e da minha (in)sanidade mental. E, tal como eu... tem dias!

Quarta-feira, 29 de Outubro, 2008

Faz hoje uma semana que a minha mãe está internada.

Acabei de passar por lá para lhe dar o beijinho da praxe e hoje achei-a um bocadinho "em baixo". Esta espera dá cabo da paciência de qualquer um. Dizia-me que estava cansada de "não fazer nenhum". Não há previsão da data da operação, o que não é nada animador. Os médicos não vão lá - como não têm nada para "observar" (ela não está em convalescença, não foi operada...). Pelo que não se sabe nada de nada.

Desconhecemos se a razão de ainda não haver marcação da data tem a ver com a "lista de espera" (e com o facto de que previsivelmente a cirurgia da minha mãe durar um dia inteiro, ou seja, têm de adiar um dia inteiro de operações já marcadas) ou se está relacionado com os resultados das análises ao sangue.

Espero, sinceramente, que a razão não seja esta última, porque desde que foi internada, os valores da hemoglobina desceram e eles não lhe fizeram nada. Ou seja, apenas está com soro "levezinho" (para não desidratar), não lhe chegaram a coloca o soro que "alimenta".

 

Como o início da minha próxima semana vai ser muito complicado, nem sei se vou conseguir lá ir (o que me está a deixar muito tristonha) e, a meio da semana embarco para Inglaterra... estou com o coração nas mãos. Não vou poder falar com ela (com a frequência e tempo habituais), não vou poder dar-lhe miminhos... enfim...

 

Que vida esta.

E não há maneira destes pesadelos TODOS terem um fim (positivo).

Queria acordar amanhã e a minha mãe já estar restabelecida, de vez.

Queria voltar a ver os meus pais a sorrirem, a sentirem que o pior já passou.

Queria acordar amanhã, vá, depois de amanhã e já estar divorciada, esta casa vendida.

Queria que no dia seguinte já estivesse na minha outra casa que há de ser.

Queria...

tags:
publicado por K às 21:01

mais sobre mim
Gosto de...
Dias de Verão: praia, calor. Dias de Inverno: frio e neve. Família. Amizade sincera. Amor. Cantar a plenos pulmões. Dançar até cair para o lado. Boa gargalhada. Fazer tudo e coisa nenhuma. Música. Bom livro. Bom filme. Gelados. Chiquelates. Café. Chá. Dormir. Acordar com vontade de gozar o dia. Conversar horas a fio. Silêncio. Mar. Lua. Estrelas. Guiar sem destino. Viajar. Fotografia. Cheiro a "chuva molhada". Campo. Cidades. Cães. Ar livre. Futebol. Escrever. Pão quentinho com manteiga. Não dar pelo passar do dia. Férias. Trabalho... (nota: ordem aleatória)