Há dias excelentes, memoráveis. Há também os menos bons. Os marcantes. Os decisivos. Este espaço é, apenas, um conjunto de desabafos fruto dos dias que vou percorrendo e da minha (in)sanidade mental. E, tal como eu... tem dias!

Quarta-feira, 23 de Setembro, 2009

Aviso à navegação, em primeiro lugar eu não sou dona da verdade, simplesmente escrevo o que penso e, uma vez que se trata do meu blog... tenho esse direito. Quem não gosta... não lê. Parece-me absolutamente pacífico. Posto isto...

"Tenho para mim" que há uma série de coisas que são essenciais, no entanto, é verdade que continuo a constatar que isso nem sempre se verifica. Seja porque as pessoas estão cansadas, ou porque acham que se o fizerem serão mal interpretadas... tirem daí essa ideia, por favor. A boa educação terá, sempre, o seu lugar e NUNCA deve ser colocada de parte. Por exemplo, a questão de um homem dar a vez a uma mulher para ela passar. Meus amigos, tenham dó. Isto é daquelas regras básicas, não custa mesmo nada. É tão simples... seja a entrar / sair do elevador, a passar uma porta... whatever. Há (algumas) pequenas excepções, mas, como sabem, isto não pretende ser um tratado de boa educação. Ah e tal, dizem alguns, mas hoje em dia, com essa vossa (referindo-se a nós, mulheres) mania de quererem (e somos, ok?) ser independentes, algumas de vocês sentem necessidade de se afirmar também nesse campo. Errado! Nada mais errado! Uma coisa é uma coisa e outra é outra. Sim, estamos (e temos o maior orgulho nisso) cada vez mais independentes. Sim e cada vez mais fazemos coisas (vulgo tarefas) que habitualmente só estavam destinadas aos homens - e não se trata, creio eu, no meu mais profundo devaneio de uma questão de afirmação perante seja quem for, apenas nos sentimos bem com isso e... com este argumento, todos os outros cairão por terra. Agora isso não tem nada, zero, rien de tout, nothing, nichts a ver com boa educação. A sério.
Eu sei que por vezes sou (bastante) radical em algumas coisas. Mas, pelo menos para mim, essa é uma das coisas básicas (entre outras, umas com mais ou menos importância que esta, mas hoje deu-me para aqui). E quando esta falha... azareco... menos não-sei-quantos-pontos eh eh (como se eu fizesse, mesmo, uma classificação... uindo). De qualquer forma, nós (mulheres) temos, igualmente, a capacidade de verificar, a léguas, quando este tipo de procedimento é apenas fachada, para nos impressionar - don't ask me... mas que temos, isso temos. Ah e lamento informar que só este aspecto... não funciona. Até por experiência própria. Ahhh pois é... como tudo e para tudo... não há receita. É também o que dá algum gozo, diga-se. Mas hoje deu-me para aqui...

Nota, reforço que não sou dona da verdade que haverá, dentro dos dois universos, obviamente, quem concorde e quem ache um grande disparate... I really don't care.

publicado por K às 08:24

mais sobre mim
Gosto de...
Dias de Verão: praia, calor. Dias de Inverno: frio e neve. Família. Amizade sincera. Amor. Cantar a plenos pulmões. Dançar até cair para o lado. Boa gargalhada. Fazer tudo e coisa nenhuma. Música. Bom livro. Bom filme. Gelados. Chiquelates. Café. Chá. Dormir. Acordar com vontade de gozar o dia. Conversar horas a fio. Silêncio. Mar. Lua. Estrelas. Guiar sem destino. Viajar. Fotografia. Cheiro a "chuva molhada". Campo. Cidades. Cães. Ar livre. Futebol. Escrever. Pão quentinho com manteiga. Não dar pelo passar do dia. Férias. Trabalho... (nota: ordem aleatória)