Há dias excelentes, memoráveis. Há também os menos bons. Os marcantes. Os decisivos. Este espaço é, apenas, um conjunto de desabafos fruto dos dias que vou percorrendo e da minha (in)sanidade mental. E, tal como eu... tem dias!

Sexta-feira, 04 de Setembro, 2009

Eu sou das primeiras pessoas, em ambientes descontraídos, a utilizar frases, expressões (algumas até inventadas por mim) que indiciam exactamente essa descontracção (não chegam a ser calão, atenção). Mas, reforço, em ambientes descontraídos. Porque também sou das primeiras, em ambientes profissionais, a puxar do "chapéu" profissional. Cada coisa no seu lugar. Sempre fui assim, não vejo mal nenhum, bem pelo contrário. Não sou daquelas pessoas que acha que se as pessoas que dependem de mim, me virem de uma forma mais descontraída vão perder o respeito por mim. Posso, um dia mais tarde, vir a aperceber-me que estava errada, por enquanto, não.
E porquê tudo isto?

Porque não acho normal que alguém que depende de mim utilize, ao telefone com um cliente, a expressão "prontos". E, quando eu lhe pergunto se terei ouvido bem, a resposta seja "se calhar ouviste". "Prontos"?!?! Isto soa-me a muitos morangos com açúcar - estou a ser preconceituosa porque nunca vi, lamento. Não acho normal! "Prontos!".

tags: ,
publicado por K às 15:11

mais sobre mim
Gosto de...
Dias de Verão: praia, calor. Dias de Inverno: frio e neve. Família. Amizade sincera. Amor. Cantar a plenos pulmões. Dançar até cair para o lado. Boa gargalhada. Fazer tudo e coisa nenhuma. Música. Bom livro. Bom filme. Gelados. Chiquelates. Café. Chá. Dormir. Acordar com vontade de gozar o dia. Conversar horas a fio. Silêncio. Mar. Lua. Estrelas. Guiar sem destino. Viajar. Fotografia. Cheiro a "chuva molhada". Campo. Cidades. Cães. Ar livre. Futebol. Escrever. Pão quentinho com manteiga. Não dar pelo passar do dia. Férias. Trabalho... (nota: ordem aleatória)