Há dias excelentes, memoráveis. Há também os menos bons. Os marcantes. Os decisivos. Este espaço é, apenas, um conjunto de desabafos fruto dos dias que vou percorrendo e da minha (in)sanidade mental. E, tal como eu... tem dias!

Quarta-feira, 02 de Setembro, 2009

Imaginem a seguinte situação:

2ª Feira à noite (aliás, para ser sincera, já era 3ª Feira de madrugada) chego a casa, vinda de casa da P&D, e encontro, pela primeira vez, o "meu vizinho do lado de estacionamento". Pedi-lhe desculpa pelo espaço (muito diminuto) que lhe deixo, mas face às condições do meu lugar de estacionamento, não tenho outra hipótese. Enquanto nos encaminhávamos para o elevador ele ía enturmando o amigo dele (coisa absolutamente normal), afirmando que se tinha mudado em Agosto, patati-patata. Descobrimos que ele é o meu vizinho de baixo. Ainda me informou que tem uma filha e que ela tem um cão. Eu despedi-me, no elevador, com aquela conversa de circunstância, que se precisar de alguma coisa, que dispusesse.

Hoje, 4ª Feira, chego de madrugada (às 07:30 ainda é madrugada) ao carro e constato que tenho um envelope no vidro. Do que se trata? Pois, pasme-se! Uma carta do vizinho de baixo. Dizendo (qualquer coisa deste tipo) que é engenheiro, divorciado e que sabe que a minha situação sentimental é descomprometida - não sei quem o informou, mas certamente indicia que andou a fazer perguntas. A quem? Provavelmente aos Vigilantes, lindo! Agora, partir do princípio que só porque sou divorciada e não moro com ninguém que... sou descomprometida vai uma distância daquelas!!! adiante - e que gostaria de me conhecer melhor durante um café ou jantar.

Não acho normal!!!! Está tudo louco?
Será que há por aí uma regra qualquer (entre homens) que afirme qualquer coisa do tipo: mulher divorciada está disponível?!? Não entendo.

E o que me chateia mais é... por que é que só me saem duques destes? Por que é que quem eu gostaria que me "melgasse" não está nem aí?!?! Vidas...

Está tudo louco, é o que eu vos digo!

tags: ,
publicado por K às 07:56

mais sobre mim
Gosto de...
Dias de Verão: praia, calor. Dias de Inverno: frio e neve. Família. Amizade sincera. Amor. Cantar a plenos pulmões. Dançar até cair para o lado. Boa gargalhada. Fazer tudo e coisa nenhuma. Música. Bom livro. Bom filme. Gelados. Chiquelates. Café. Chá. Dormir. Acordar com vontade de gozar o dia. Conversar horas a fio. Silêncio. Mar. Lua. Estrelas. Guiar sem destino. Viajar. Fotografia. Cheiro a "chuva molhada". Campo. Cidades. Cães. Ar livre. Futebol. Escrever. Pão quentinho com manteiga. Não dar pelo passar do dia. Férias. Trabalho... (nota: ordem aleatória)