Há dias excelentes, memoráveis. Há também os menos bons. Os marcantes. Os decisivos. Este espaço é, apenas, um conjunto de desabafos fruto dos dias que vou percorrendo e da minha (in)sanidade mental. E, tal como eu... tem dias!

Segunda-feira, 19 de Novembro, 2012

Queria que esta dor que me consome desaparecesse.

Queria não estar tão em baixo.

Queria não ficar sensibilizada, emotiva, em ponto de rebuçado por tudo e por nada.

Queria ficar mais forte.

Queria que estivesse aqui.

Queria que os tempos que passei não tivessem acontecido.

Queria ter vontade de conquistar este mundo e aquele.

Não quero ter este estado amorfo, de quem se conforma, de quem vai levando.

Queria que aquela garra voltasse.

Queria ser capaz de voltar, mais uma vez, e com todo o meu sentir, a ter prazer.

Do mais simples ao mais elaborado.

Queria ter vontade de pegar na minha máquina fotográfica (ainda está na outra casa – dá para acreditar?) e sair, sem destino, a captar aqueles momentos.

Queria…

Sei que tem de partir de mim.

Sei que se não for eu, mais ninguém poderá dar-me essa força.

Mas, não está a ser fácil.

Nada.

Não sei se é por terem passados tantos meses. Agora sente-se mais o baque, é isso?

Não sei se é por ter terminado o curso (e apesar de, no trabalho, as coisas continuarem complicadas, em termos de tempo e prazos), acabo por ter um pouco mais de tempo – para pensar, para reflectir, para sentir.

Não sei se é por estar a chegar, a passos muito largos, o Natal.

Não sei se são as saudades. A falta que me faz partilhar algumas coisas – que não digo a mais ninguém!

Não sei se é porque é. Nem sei se isso interessa.

Sei que não ando nos meus melhores dias.

Isso eu sei!

 

Também sei que melhores dias virão. Vêm sempre.

Mas este processo (à semelhança de outros tantos) é muito doloroso e penoso.

Há dias em que me sinto vacilar. Deixo de acreditar que serei capaz de ultrapassar tudo isto. Sim, podem ser momentos passageiros – e serão absolutamente normais, eu sei, eu sei tudo isso – mas não deixo de os sentir. Fazem parte de mim, como os momentos de alegria contagiante.

Melhores dias virão… resta saber é quando…

tags: ,
publicado por K às 13:23

mais sobre mim
Gosto de...
Dias de Verão: praia, calor. Dias de Inverno: frio e neve. Família. Amizade sincera. Amor. Cantar a plenos pulmões. Dançar até cair para o lado. Boa gargalhada. Fazer tudo e coisa nenhuma. Música. Bom livro. Bom filme. Gelados. Chiquelates. Café. Chá. Dormir. Acordar com vontade de gozar o dia. Conversar horas a fio. Silêncio. Mar. Lua. Estrelas. Guiar sem destino. Viajar. Fotografia. Cheiro a "chuva molhada". Campo. Cidades. Cães. Ar livre. Futebol. Escrever. Pão quentinho com manteiga. Não dar pelo passar do dia. Férias. Trabalho... (nota: ordem aleatória)