Há dias excelentes, memoráveis. Há também os menos bons. Os marcantes. Os decisivos. Este espaço é, apenas, um conjunto de desabafos fruto dos dias que vou percorrendo e da minha (in)sanidade mental. E, tal como eu... tem dias!

Terça-feira, 16 de Outubro, 2012

Alguém consegue explicar-me... como se eu fosse muito burra?

Já se comprovou que estas medidas NÃO originam crescimento económico.

Já se comprovou que estas medidas NÃO aumentam a receita fiscal (com agravamento fiscal há mais evasão).

Já se comprovou que o FMI se enganou nas contas.

Já há quem defenda que a meta "défice", por si só, não leva a crescimento económico.

Então... então vamos agravar as medidas, ainda mais!

 

Mas, que raio de tacho terá sido prometido a estes dirigentes políticos (os seus antecessores todos foram para organizações / coisas que tais) para enterrarem, de vez, o país?

 

Acho que a gorda nem com canja lá vai. Ela só esfrega as mãos de contente. Continuam a ser uma grande potência. Continuam a crescer à custa de energúmenos (como nós) que enterram os seus países.

 

Mas, será que está tudo louco?

E não há quem, no seu devido direito e tendo perfeita legitimidade para tal, faça nada?

tags:
publicado por K às 13:19

mais sobre mim
Gosto de...
Dias de Verão: praia, calor. Dias de Inverno: frio e neve. Família. Amizade sincera. Amor. Cantar a plenos pulmões. Dançar até cair para o lado. Boa gargalhada. Fazer tudo e coisa nenhuma. Música. Bom livro. Bom filme. Gelados. Chiquelates. Café. Chá. Dormir. Acordar com vontade de gozar o dia. Conversar horas a fio. Silêncio. Mar. Lua. Estrelas. Guiar sem destino. Viajar. Fotografia. Cheiro a "chuva molhada". Campo. Cidades. Cães. Ar livre. Futebol. Escrever. Pão quentinho com manteiga. Não dar pelo passar do dia. Férias. Trabalho... (nota: ordem aleatória)