Há dias excelentes, memoráveis. Há também os menos bons. Os marcantes. Os decisivos. Este espaço é, apenas, um conjunto de desabafos fruto dos dias que vou percorrendo e da minha (in)sanidade mental. E, tal como eu... tem dias!

Quinta-feira, 04 de Outubro, 2012

Efectivamente, tanta austeridade já cheira mal.

Eu fui das que achou que perante o caos em que o país estava - fruto da (des)governação de Sócrates, mas não só, todos os seus antecessores deveriam ser chamados a prestar contas, TODOS, o que incluía Santana Lopes, Durão Barroso, António Guterres, Cavaco Silva, and shô one, and shô one. Sim, porque TODOS deram o seu fabuloso contributo no despesismo que se reflectiu no estado a que chegamos.

 

Agora... enough is enough. Será que me conseguem explicar, como se eu tivesse cinco anos, como se consegue dar a volta à economia quando as medidas que, sucessivamente, são introduzidas (ou se pretende colocar em vigor) originam, cada vez mais, o retrair do investimento? Quem tem dinheiro, cada vez mais, compensa investir no futuro. Como toda a massa cinzenta dos nossos jovens que também vão para fora de portas à procura de mais e melhores oportunidades. Não tarda muito, ficaremos um país de velhos, com muitos turistas à mistura e uma réstia do que fomos para atender esses turistas.

 

Continuo na minha - apesar de, insistentemente me afirmarem que estou a ver mal o filme - à Alemanha, para poder continuar a ser uma potência (dentro e fora da Europa), interessa-lhe que exista um Portugal com medidas de austeridade e com contas altas para pagar e formas de "não crescimento económico", assim como uma Grécia (e uma Espanha também). Para eles poderem continuar a crescer tem de ser à nossa custa (e dos Gregos e dos Espanhóis) e a nossa classe política, TODOS, só não vêem isso porque estão mais interessados em assegurar o seu próximo tacho (dentro e fora de portas) - vide Durão Barroso - do que, propriamente em levar o país para a frente.

 

Envergonha-me.

Tudo isto.

 

E mais, de cada vez que aparecem mais medidas... só tenho vontade de os mandar para aquele sítio e... que fiquem, para todo o sempre, por lá! Idem! Idem e não voltem.

tags:
publicado por K às 13:41

mais sobre mim
Gosto de...
Dias de Verão: praia, calor. Dias de Inverno: frio e neve. Família. Amizade sincera. Amor. Cantar a plenos pulmões. Dançar até cair para o lado. Boa gargalhada. Fazer tudo e coisa nenhuma. Música. Bom livro. Bom filme. Gelados. Chiquelates. Café. Chá. Dormir. Acordar com vontade de gozar o dia. Conversar horas a fio. Silêncio. Mar. Lua. Estrelas. Guiar sem destino. Viajar. Fotografia. Cheiro a "chuva molhada". Campo. Cidades. Cães. Ar livre. Futebol. Escrever. Pão quentinho com manteiga. Não dar pelo passar do dia. Férias. Trabalho... (nota: ordem aleatória)