Há dias excelentes, memoráveis. Há também os menos bons. Os marcantes. Os decisivos. Este espaço é, apenas, um conjunto de desabafos fruto dos dias que vou percorrendo e da minha (in)sanidade mental. E, tal como eu... tem dias!

Terça-feira, 14 de Julho, 2009

Se algum dia, ou melhor, no dia em que eu mudar de casa há alguns aspectos que a "nova" terá de cumprir, para além dos "básicos" e que não vou, por agora, enumerar, terá de ter vista desafogada: estou farta de olhar para os vizinhos, ou melhor, de não ir à janela para não olhar para dentro das casas alheias (logo eu que sempre fui habituada a vistas desafogadas) e não poderá ter um espaço onde os "pivetes" das redondezas vêm brincar. Será que se pode chamar brincar ao que eles fazem? Neste momento estão a jogar à bola, típico na idade deles (e não só). Mas porquê temperar cada frase com palavrões? Claro que se eu fechasse a janela não os ouvia... mas depois não circulava o ar na casa... assim, como assim, sempre tenho coisas para contar...

tags:
publicado por K às 20:57

mais sobre mim
Gosto de...
Dias de Verão: praia, calor. Dias de Inverno: frio e neve. Família. Amizade sincera. Amor. Cantar a plenos pulmões. Dançar até cair para o lado. Boa gargalhada. Fazer tudo e coisa nenhuma. Música. Bom livro. Bom filme. Gelados. Chiquelates. Café. Chá. Dormir. Acordar com vontade de gozar o dia. Conversar horas a fio. Silêncio. Mar. Lua. Estrelas. Guiar sem destino. Viajar. Fotografia. Cheiro a "chuva molhada". Campo. Cidades. Cães. Ar livre. Futebol. Escrever. Pão quentinho com manteiga. Não dar pelo passar do dia. Férias. Trabalho... (nota: ordem aleatória)