Há dias excelentes, memoráveis. Há também os menos bons. Os marcantes. Os decisivos. Este espaço é, apenas, um conjunto de desabafos fruto dos dias que vou percorrendo e da minha (in)sanidade mental. E, tal como eu... tem dias!

Segunda-feira, 02 de Julho, 2012

Não sei se temos mesmo um "karma" para resolver ou se será mesmo verdade que nada acontece por acaso.

Acredito que as nossas acções não são inconsequentes e, como tal, podemos ajudar (ou prejudicar) alguém.

 

Não há muito tempo - creio que há cerca de quinze dias, mas, por razões diversas, o tempo esbate-se na minha memória - estava a sair do parque do estacionamento do colombo, depois de o pagar e... não encontrava o ticket de pagamento. Procurei em todo o lado. Repeti, mentalmente, todos os passos. Depressa concluí que o tinha deixado na máquina de pagamento (depois de pagar). K. no seu melhor - onde está a novidade?

Contactei um segurança, disse-me que sendo a primeira vez (eles apontam a matrícula dos carros) seria "perdoada". Teria de ir ao guichet do piso -1. Qual não foi o meu espanto, quando lá cheguei... uma alma caridosa, tinha lá entregue o meu ticket. Não foi preciso mais nada. Ele há, de facto, dias de sorte.

 

Na passada 6ª Feira foi a minha vez de fazer uma boa acção. Fui pagar o parque e reparo que alguém deixou lá o ticket - claro que poderia ter ficado com ele, afinal já estava pago (e não teria de desembolsar do meu dinheirinho). Pago o meu e enquanto me encaminho para o carro resolvo levar os dois tickets na mão. Pensei que se o dono andasse à procura do ticket, iria perguntar a quem tivesse dois na mão. E foi mesmo isso. Um rapaz questionou-me se eu tinha encontrado um ticket na máquina. E sim, nesse dia foi o seu dia de sorte. Karma ou não.

tags:
publicado por K às 18:21

mais sobre mim
Gosto de...
Dias de Verão: praia, calor. Dias de Inverno: frio e neve. Família. Amizade sincera. Amor. Cantar a plenos pulmões. Dançar até cair para o lado. Boa gargalhada. Fazer tudo e coisa nenhuma. Música. Bom livro. Bom filme. Gelados. Chiquelates. Café. Chá. Dormir. Acordar com vontade de gozar o dia. Conversar horas a fio. Silêncio. Mar. Lua. Estrelas. Guiar sem destino. Viajar. Fotografia. Cheiro a "chuva molhada". Campo. Cidades. Cães. Ar livre. Futebol. Escrever. Pão quentinho com manteiga. Não dar pelo passar do dia. Férias. Trabalho... (nota: ordem aleatória)