Há dias excelentes, memoráveis. Há também os menos bons. Os marcantes. Os decisivos. Este espaço é, apenas, um conjunto de desabafos fruto dos dias que vou percorrendo e da minha (in)sanidade mental. E, tal como eu... tem dias!

Domingo, 24 de Junho, 2012

Os meus olhos baços evidenciam o que me vai na alma. As lágrimas estão quase secas, de tanto que saíram nestes últimos dias.

As olheiras são profundas e negras.

O meu estado de espírito espelha a tristeza que me invade.

 

O meu coração carrega com ele as cicatrizes de outras feridas, completamente saradas. São marcas evidentes do meu passado.

De quem comigo se cruzou e o seu efeito em mim. Mesmo saradas, as marcas não passam, jamais.

Não se esquecem as pessoas que nos marcaram.

 

De momento a ferida está bem aberta. Longe de ficar cicatrizada. Mas o tempo virá. E, nestas alturas, esse nosso amigo (quantas vezes nos lamentamos de não termos tempo!), ajuda-nos (e muito!) a fechar a ferida e a cicatrizá-la. E quando esse dia chegar, ficarão excelentes memórias e boas recordações.

 

Muito obrigada por teres feito parte da minha vida! Por me teres apoiado quando eu mais precisei de um (ou dois) ombros bem especiais. Por teres transformado a minha vida e por tudo o que aprendi contigo.

Vou guardar um lugar especial para ti no meu coração, quando a minha ferida sarar.

tags: ,
publicado por K às 07:47

mais sobre mim
Gosto de...
Dias de Verão: praia, calor. Dias de Inverno: frio e neve. Família. Amizade sincera. Amor. Cantar a plenos pulmões. Dançar até cair para o lado. Boa gargalhada. Fazer tudo e coisa nenhuma. Música. Bom livro. Bom filme. Gelados. Chiquelates. Café. Chá. Dormir. Acordar com vontade de gozar o dia. Conversar horas a fio. Silêncio. Mar. Lua. Estrelas. Guiar sem destino. Viajar. Fotografia. Cheiro a "chuva molhada". Campo. Cidades. Cães. Ar livre. Futebol. Escrever. Pão quentinho com manteiga. Não dar pelo passar do dia. Férias. Trabalho... (nota: ordem aleatória)