Há dias excelentes, memoráveis. Há também os menos bons. Os marcantes. Os decisivos. Este espaço é, apenas, um conjunto de desabafos fruto dos dias que vou percorrendo e da minha (in)sanidade mental. E, tal como eu... tem dias!

Terça-feira, 12 de Junho, 2012

Eu adoro Lisboa, mesmo. Mas, infelizmente, não sou grande fã da noite de santos (ou do Santo). Creio que não comento nenhuma incorrecção, em toda a minha vida devo ter ido um total de duas vezes festejar a noite de Santo António. E, confesso, como se comprova, não fiquei fã, nem com vontade de repetir.

 

Dos arraias e de toda a festa que se vive em volta deste dia, nos dias que antecedem e nos seguintes, também não morro especialmente de amores. Mas, talvez por haver menos confusão, em geral, tolero mais. Mas se for em dose pequena, ou seja, poucas horinhas.

 

Acho piada aos enfeites, à festa que se vive nas ruas - em especial nos bairros mais típicos - é pitoresco. É engraçado. Mas, não faz o meu género, participar activamente nestas andanças. Nem marchas. Nem noivas de Sto António. Nã...

 

Como ainda para mais, amanhã trabalho - apesar de morar em Lisboa, a sede do local onde trabalho é fora de Lisboa, gozamos outro feriado municipal - tenho sempre uma boa desculpa (como se precisasse) para me baldar. Eis-me "sugadita" em casa. E, confesso, já tinha algumas saudades, que isto nos últimos dias tem sido um grande virote.

publicado por K às 23:36

mais sobre mim
Gosto de...
Dias de Verão: praia, calor. Dias de Inverno: frio e neve. Família. Amizade sincera. Amor. Cantar a plenos pulmões. Dançar até cair para o lado. Boa gargalhada. Fazer tudo e coisa nenhuma. Música. Bom livro. Bom filme. Gelados. Chiquelates. Café. Chá. Dormir. Acordar com vontade de gozar o dia. Conversar horas a fio. Silêncio. Mar. Lua. Estrelas. Guiar sem destino. Viajar. Fotografia. Cheiro a "chuva molhada". Campo. Cidades. Cães. Ar livre. Futebol. Escrever. Pão quentinho com manteiga. Não dar pelo passar do dia. Férias. Trabalho... (nota: ordem aleatória)