Há dias excelentes, memoráveis. Há também os menos bons. Os marcantes. Os decisivos. Este espaço é, apenas, um conjunto de desabafos fruto dos dias que vou percorrendo e da minha (in)sanidade mental. E, tal como eu... tem dias!

Quinta-feira, 07 de Junho, 2012

Como é possível passar uma manhã a arrumar a casa e, apesar de já ter arrumado imenso, chegar a esta hora e a casa ainda permanecer bagunçada? Como? Sim, de facto, em especial em algumas divisões, o caos era mais que muito - como tal, não admira que, mesmo tendo levado uma volta de 160º, ainda faltam os restantes 20º para parecer decente, outra vez.

Vidas!

 

Mas não vou baixar os braços, não te preocupes. Pelo menos hoje e durante alguns dias, a bagunça desta casa ficará confinada, apenas e só, ao escritório - tem de haver sempre um lado caótico cá em casa. Ou então, tivera eu mais dias de descanso (e vontade) e talvez nem essa ficasse, também, caótica.

 

Se a minha mãe fosse viva e se eu ainda morasse com eles, eis o que ela me diria assim que visse com esta azáfama toda: «Deves ter de estudar, para estares a arrumar tudo!». Bingo! Tantos anos depois, a "desculpa" mantém-se. Ou então, é outra forma de, inconscientemente, arrumarmos as ideias. Antes de começarmos pelo "espírito" (estudando) é preciso que todo o ambiente à nossa volta esteja em harmonia, assim muito na linha do feng shui. Logicamente. E é por isso que irei estudar "mai" logo, na única divisão que, desta vez, escapou à minha veia de arrumações. Pois claro!

Bom bom, era que não deixasses as coisas chegarem a este ponto. Isso é que era. Já houve um tempo em que não eras assim, tão bagunçada. Vidas!

publicado por K às 12:22

De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

mais sobre mim
Gosto de...
Dias de Verão: praia, calor. Dias de Inverno: frio e neve. Família. Amizade sincera. Amor. Cantar a plenos pulmões. Dançar até cair para o lado. Boa gargalhada. Fazer tudo e coisa nenhuma. Música. Bom livro. Bom filme. Gelados. Chiquelates. Café. Chá. Dormir. Acordar com vontade de gozar o dia. Conversar horas a fio. Silêncio. Mar. Lua. Estrelas. Guiar sem destino. Viajar. Fotografia. Cheiro a "chuva molhada". Campo. Cidades. Cães. Ar livre. Futebol. Escrever. Pão quentinho com manteiga. Não dar pelo passar do dia. Férias. Trabalho... (nota: ordem aleatória)