Há dias excelentes, memoráveis. Há também os menos bons. Os marcantes. Os decisivos. Este espaço é, apenas, um conjunto de desabafos fruto dos dias que vou percorrendo e da minha (in)sanidade mental. E, tal como eu... tem dias!

Domingo, 27 de Maio, 2012

Chegou a hora de arrumar a roupa de Inverno e recuperar a de Verão.

Ao fazer a passagem, separo o que já não me serve e/ou o que já não gosto ou não me apetece usar (e acho que nunca mais vou voltar a querer) para dar. Claro que a parte da roupa já estar pequena e deixar de servir não me deixa especialmente animada. Apesar de alguma já ter uns aninhos, com outra não é bem assim. Vidas!

O que vale é que irá servir a alguém.

E, naturalmente, arranjei espaço para mais uns trapinhos, sim, absolutamente essenciais, naturalmente!

 

Agora o que eu não compreendo é esta coisa da roupa encolher no armário, de uma estação para a outra - eu sei que não acontece só a mim - é que se estivesse sempre a ser lavada a alta temperatura, ou passada a ferro com temperatura demasiado quente, etc. ainda se justificava. Mas não é o que sucede. Durante não sei quantos meses, a roupinha fica bem "sugadita" no armário de reserva, à espera de ser resgastada para brilhar na sua estação. Ao que eu saiba, o ar, dentro do roupeiro, não é diferente do resto da casa. Não existe nenhuma substância que faça, como que por mistério, encolher a roupa... não se percebe!

tags: ,
publicado por K às 19:55

mais sobre mim
Gosto de...
Dias de Verão: praia, calor. Dias de Inverno: frio e neve. Família. Amizade sincera. Amor. Cantar a plenos pulmões. Dançar até cair para o lado. Boa gargalhada. Fazer tudo e coisa nenhuma. Música. Bom livro. Bom filme. Gelados. Chiquelates. Café. Chá. Dormir. Acordar com vontade de gozar o dia. Conversar horas a fio. Silêncio. Mar. Lua. Estrelas. Guiar sem destino. Viajar. Fotografia. Cheiro a "chuva molhada". Campo. Cidades. Cães. Ar livre. Futebol. Escrever. Pão quentinho com manteiga. Não dar pelo passar do dia. Férias. Trabalho... (nota: ordem aleatória)