Há dias excelentes, memoráveis. Há também os menos bons. Os marcantes. Os decisivos. Este espaço é, apenas, um conjunto de desabafos fruto dos dias que vou percorrendo e da minha (in)sanidade mental. E, tal como eu... tem dias!

Quarta-feira, 23 de Maio, 2012

Hoje consegui fechar dois trabalhos que há muito tinha para terminar. Sinto aquela sensação maravilhosa de "dever cumprido", sabem? Tenho alguns trabalhos por mil e duas razões que agora não interessa, demoram algum tempo a concluir - por vezes haveria a tendência para desmotivar, porque não se vê o fundo ao tacho, felizmente não é esse o caso - e quando chego a esta fase volto a sentir a euforia inicial. Sim, a de adjudicação, a de início do trabalho.

 

Como explicar isto... é como o primeiro dia de aulas e o último dia de aulas... estão a ver?

 

E para "brindar" a minha alegria, qual é a música que não me sai da cabeça, qual é?

Nada mais, nada menos do que esta:

 

 

(sim, é repetente).

Sim, eu sei que não sou normal... Mas (e isso é o que realmente importa) sou feliz assim, boa?

publicado por K às 18:25

mais sobre mim
Gosto de...
Dias de Verão: praia, calor. Dias de Inverno: frio e neve. Família. Amizade sincera. Amor. Cantar a plenos pulmões. Dançar até cair para o lado. Boa gargalhada. Fazer tudo e coisa nenhuma. Música. Bom livro. Bom filme. Gelados. Chiquelates. Café. Chá. Dormir. Acordar com vontade de gozar o dia. Conversar horas a fio. Silêncio. Mar. Lua. Estrelas. Guiar sem destino. Viajar. Fotografia. Cheiro a "chuva molhada". Campo. Cidades. Cães. Ar livre. Futebol. Escrever. Pão quentinho com manteiga. Não dar pelo passar do dia. Férias. Trabalho... (nota: ordem aleatória)