Há dias excelentes, memoráveis. Há também os menos bons. Os marcantes. Os decisivos. Este espaço é, apenas, um conjunto de desabafos fruto dos dias que vou percorrendo e da minha (in)sanidade mental. E, tal como eu... tem dias!

Terça-feira, 30 de Junho, 2009

Tenho algumas perdições. Uma delas dá pelo nome de... gomas. Há muito. E até tenho as minhas preferidas, as que não gosto nada. O problema é que quando tenho gomas à frente, transformo-me, completamente, e de forma absolutamente compulsiva, só descanso quando acabaram. É por isso que está na lista do "proibido comprar" (incluindo quando vou ao supermercado - às vezes tenho de fazer um esforço e ignorar todas as prateleiras que de mil e uma cores me querem seduzir e tentar). A verdade é que tenho-me portado bastante bem, mesmo. Excepto - há sempre uma ressalva, senão não estaria aqui a estragar a vossa beleza com um devaneio destes... then again... vindo de mim... nunca se sabe... vocês estão aqui por vossa conta e risco, não venham, depois, apresentar-me a conta do psiquiatra ou psicólogo - na minha última ida ao supermercado. Toda a gente sabe, é mesmo daquelas verdades universais: «Nunca ir ao supermercado (ou afins) quando se está com fome». Claro que infringi a regra. Porquê? Foi num destes Sábados, acabadinha de chegar da praia, cheia de fome e... a pensar que aqui em casa havia pouca coisa, logo, decisão muito sábia "vá de ir ao supermercado mais próximo e comprar qualquer coisinha, assim como assim, estou mesmo a precisar de algumas coisas básicas". Até aqui tudo bem - mesmo ignorando a tal verdade universal que eu estou cansada de saber - não fosse ter-me perdido por alguns corredores extremamente sedutores que - a sério que é verdade - estavam a chamar por mim, com aquela voz hipnotizante e inebriante. Um deles (atenção, eu escrevi "um", efectivamente deixei-me perder em mais do que um... sou uma fraca!) era, precisamente, o corredor das gomas. Resultado, nos últimos dias ando, avidamente, a ver se vejo o fundo à caixa onde as gomas desembarcaram. É completamente irracional. São viciantes e... não consigo resistir.

tags: ,
publicado por K às 20:34

mais sobre mim
Gosto de...
Dias de Verão: praia, calor. Dias de Inverno: frio e neve. Família. Amizade sincera. Amor. Cantar a plenos pulmões. Dançar até cair para o lado. Boa gargalhada. Fazer tudo e coisa nenhuma. Música. Bom livro. Bom filme. Gelados. Chiquelates. Café. Chá. Dormir. Acordar com vontade de gozar o dia. Conversar horas a fio. Silêncio. Mar. Lua. Estrelas. Guiar sem destino. Viajar. Fotografia. Cheiro a "chuva molhada". Campo. Cidades. Cães. Ar livre. Futebol. Escrever. Pão quentinho com manteiga. Não dar pelo passar do dia. Férias. Trabalho... (nota: ordem aleatória)