Há dias excelentes, memoráveis. Há também os menos bons. Os marcantes. Os decisivos. Este espaço é, apenas, um conjunto de desabafos fruto dos dias que vou percorrendo e da minha (in)sanidade mental. E, tal como eu... tem dias!

Quarta-feira, 25 de Abril, 2012

Quando ontem recebi a notícia da morte do Miguel Portas, não consegui esconder o choque. Apesar de saber da sua doença, acreditava que era mais um daqueles casos, felizes, de sucesso (ao contrário do que sucedeu com a minha mãe). Porque, efectivamente, não tinha baixado os braços, não se tinha deixado vencer, pois continuava, aparentemente, a cumprir as suas obrigações no parlamento europeu.

 

Portugal (e a Europa!) ficou mais pobre, sem dúvida, nestas alturas, a família será quem mais sofre e, como tal, envio daqui um grande beijinho para todos, em especial para a sua mãe que, em tempos, tive o privilégio de conhecer num lanche semi-tertúlia.

tags:
publicado por K às 18:55

mais sobre mim
Gosto de...
Dias de Verão: praia, calor. Dias de Inverno: frio e neve. Família. Amizade sincera. Amor. Cantar a plenos pulmões. Dançar até cair para o lado. Boa gargalhada. Fazer tudo e coisa nenhuma. Música. Bom livro. Bom filme. Gelados. Chiquelates. Café. Chá. Dormir. Acordar com vontade de gozar o dia. Conversar horas a fio. Silêncio. Mar. Lua. Estrelas. Guiar sem destino. Viajar. Fotografia. Cheiro a "chuva molhada". Campo. Cidades. Cães. Ar livre. Futebol. Escrever. Pão quentinho com manteiga. Não dar pelo passar do dia. Férias. Trabalho... (nota: ordem aleatória)