Há dias excelentes, memoráveis. Há também os menos bons. Os marcantes. Os decisivos. Este espaço é, apenas, um conjunto de desabafos fruto dos dias que vou percorrendo e da minha (in)sanidade mental. E, tal como eu... tem dias!

Domingo, 08 de Abril, 2012

Orgulho... ou talvez não. Que já não consiga disfarçar quando algo não está bem comigo.

Há sempre uma boa desculpa, mais ou menos plausível.

A verdade é que não me apetece estar a entrar em detalhes.

E também é verdade que tenho dias (como se vê pelo nome do blog), logo, é perfeitamente compreensível que em alguns dias não esteja por aí além. Vidas.

 

Longe vão os tempos que, mesmo não estando a 100% fazia um esforço sobre-humano (assim a uns 160%) para aparentar estar a uns 75%. Talvez tenha exagerado nessa época e agora já não tenho como lá chegar. Ou talvez tenha aprendido a lição (será mesmo?) e tenha entendido que não merece o esforço, a energia despendida, tentarmos passar a ideia que estamos bem... quando, afinal, estamos bem na merda.

 

E já é uma sorte que, apesar de tudo, tenha só transparecido que "não estou bem", do mal o menos.

 

E amanhã? Amanhã é outro dia. Depois de uma noite bem dormida com a minha companhia fiel, a minha almofada, a ver vamos como será o meu espírito.

tags: ,
publicado por K às 23:52

mais sobre mim
Gosto de...
Dias de Verão: praia, calor. Dias de Inverno: frio e neve. Família. Amizade sincera. Amor. Cantar a plenos pulmões. Dançar até cair para o lado. Boa gargalhada. Fazer tudo e coisa nenhuma. Música. Bom livro. Bom filme. Gelados. Chiquelates. Café. Chá. Dormir. Acordar com vontade de gozar o dia. Conversar horas a fio. Silêncio. Mar. Lua. Estrelas. Guiar sem destino. Viajar. Fotografia. Cheiro a "chuva molhada". Campo. Cidades. Cães. Ar livre. Futebol. Escrever. Pão quentinho com manteiga. Não dar pelo passar do dia. Férias. Trabalho... (nota: ordem aleatória)