Há dias excelentes, memoráveis. Há também os menos bons. Os marcantes. Os decisivos. Este espaço é, apenas, um conjunto de desabafos fruto dos dias que vou percorrendo e da minha (in)sanidade mental. E, tal como eu... tem dias!

Quinta-feira, 29 de Março, 2012

Simples e eficaz. Há tanto tempo que não dava umas valentes gargalhadas no cinema. Se puderem... vejam. Uma história de encontros e desencontros com uma pitada de humor q.b.. Com Audrey Tautou (Émilie) a desempenhar um papel que, à primeira vista parece demasiado caricaturado, mas, à medidada que o filme se vai desenrolando, vamos começando a conhecer melhor as personagens, apercebemo-nos das suas qualidades e defeitos (tanto da Émilie como das restantes). Ficam mais humanizadas. Sim, passado em França e falado em francês (não se entende!). Gostei, mesmo. E recomendo, claro.

Provavelmente o título em Português, "Uma Doce Mentira", derivou do título em inglês, "Beautiful Lies". Apesar de compreender estes títulos, pergunto-me porque raio não traduziram de acordo com o original, francês (de França), "De vrais mensonges"? Seria traduzido qualquer coisa como "mentiras verdadeiras", digo eu. Mas, enfim.

 

Uma Doce Mentira - Trailer

 

tags:
publicado por K às 11:38

mais sobre mim
Gosto de...
Dias de Verão: praia, calor. Dias de Inverno: frio e neve. Família. Amizade sincera. Amor. Cantar a plenos pulmões. Dançar até cair para o lado. Boa gargalhada. Fazer tudo e coisa nenhuma. Música. Bom livro. Bom filme. Gelados. Chiquelates. Café. Chá. Dormir. Acordar com vontade de gozar o dia. Conversar horas a fio. Silêncio. Mar. Lua. Estrelas. Guiar sem destino. Viajar. Fotografia. Cheiro a "chuva molhada". Campo. Cidades. Cães. Ar livre. Futebol. Escrever. Pão quentinho com manteiga. Não dar pelo passar do dia. Férias. Trabalho... (nota: ordem aleatória)