Há dias excelentes, memoráveis. Há também os menos bons. Os marcantes. Os decisivos. Este espaço é, apenas, um conjunto de desabafos fruto dos dias que vou percorrendo e da minha (in)sanidade mental. E, tal como eu... tem dias!

Quarta-feira, 21 de Março, 2012

Comunicar ao meu pai que o presente dele do dia do pai era irmos os dois à bola ver o Benfica-Chelsea foi fabuloso. Depois da apresentação, rumei ao estádio da luz, a fim de comprar os bilhetes. Ainda bem que não deixei para amanhã, porque a afluência estava considerável. Não resisti e já com os ditos na mão resolvi telefonar-lhe a contar. Do outro lado do telefone a reacção foi de surpresa, efectivamente, não estava mesmo nada à espera e de alguma emotividade. A verdade é que andamos os dois muito sensíveis - não se percebe - a vários níveis (para o bem e para o mal: o meu mau feitio nos últimos tempos tem andando em alta, não se percebe).

 

Pois, lá vai uma lagarta 150% verde assistir a um Benfica-Chelsea. Eu não sou anti-benfiquista (acho até ridículo quem seja anti qualquer coisa), pelo que não tenho problema nenhum em fazer companhia ao meu pai neste jogo. E não, não vou estar a torcer pelo Chelsea, naturalmente que não. Vou torcer pelo Benfica - agora, não podem é esperar que eu vibre da mesma maneira se fosse o "meu" Sporting. Isso não é possível, mas vou dar o meu melhor.

 

Ambos precisamos de nos distrair. Ele até, mais do que eu, depois de tudo o que passou e de tudo e tanto que abdicou, merece muito bem este presente. E eu que não sou de oferecer presentes pelo dia do pai - não dos "comprados", normalmente só dos que são "hand made", por mim; mas, às vezes um cartão com uma dedicatória personalizada é absolutamente suficiente - naturalmente este ano abri uma excepção.

Tenho ideia (mas não juro!) que ele ainda nem conhece o "novo" estádio da luz. É bom podermos mimar quem já fez (e continua a fazer) tanto por nós. Tentar, de alguma forma, compensar os últimos tempos com uma excelente companhia (moi même) e com um programa que ele gosta. Sabe bem!

 

E digo mais, gostava de poder oferecer para a meia-final (e que fosse com o Barcelona), era um excelente sinal. Calhar junto aos anos dele, o sortudo! (e eu sempre via o Messi em acção, ao vivo e a cores)

 

E para que conste... sim, continuo, naturalmente, Sportinguista. E a vibrar, sempre com o "meu" clube. Uma coisa é uma coisa e outra coisa é outra coisa.

tags: ,
publicado por K às 19:49

mais sobre mim
Gosto de...
Dias de Verão: praia, calor. Dias de Inverno: frio e neve. Família. Amizade sincera. Amor. Cantar a plenos pulmões. Dançar até cair para o lado. Boa gargalhada. Fazer tudo e coisa nenhuma. Música. Bom livro. Bom filme. Gelados. Chiquelates. Café. Chá. Dormir. Acordar com vontade de gozar o dia. Conversar horas a fio. Silêncio. Mar. Lua. Estrelas. Guiar sem destino. Viajar. Fotografia. Cheiro a "chuva molhada". Campo. Cidades. Cães. Ar livre. Futebol. Escrever. Pão quentinho com manteiga. Não dar pelo passar do dia. Férias. Trabalho... (nota: ordem aleatória)