Há dias excelentes, memoráveis. Há também os menos bons. Os marcantes. Os decisivos. Este espaço é, apenas, um conjunto de desabafos fruto dos dias que vou percorrendo e da minha (in)sanidade mental. E, tal como eu... tem dias!

Segunda-feira, 19 de Março, 2012

O meu pai andava desde o dia 29 a referir o assunto, que tínhamos de tratar de toda a burocracia. Na altura tinha-lhe prometido que estando eu de férias nesta semana, serviria para fazermos isso (e outras coisas que temos programadas para estes dias). Hoje, o meu primeiro dia de férias, pelas 10 horas, lá estávamos à porta da nossa repartição de finanças. Quando nos chamaram e depois de dizermos ao que vínhamos, a senhora estendeu-nos um papel com os elementos que seriam necessários apresentar. Apesar de levarmos alguns, faltavam outros. Fomos ao banco - uma das declarações necessárias - mas faltava algo que estava em casa dos meus pais. Fomos a casa deles, aproveitei para adiantar um dos "to do", fazendo 1/40 do que ainda tenho de fazer :( vidas! Almoçamos, mal por mal, de estômago vazio não vamos a lado nenhum. Regressamos ao banco. Entregamos o que estava em falta. No meio de tudo isto temos sorte (?), sendo a caixa geral de depósitos, passa-nos a declaração na hora - parece que com outros bancos não é assim. Regressamos às finanças já com os papéis preenchidos e o que estava em falta de manhã. Mais papéis para assinar. O tipo que nos atendeu teve a lata de me chamar a atenção para algo que eu teria de preencher fazendo festas no meu indicador esquerdo. Juro! Esteve quase para levar uma corrida daquelas. Mas, esta malta não se toca?! O que é isto? Saímos às 15:40, finalmente, com tudo tratado. O meu pai, todo contente, porque, diz ele, agora já consegue dormir descansado, porque todos os dias acordava a lembrar-se que faltava isto - claramente tem inúmeros assuntos entre mãos para atender, mas enfim, claro que lhe fiz a vontade sem reclamar.

Burocracias a quanto obrigam.

tags:
publicado por K às 17:19

mais sobre mim
Gosto de...
Dias de Verão: praia, calor. Dias de Inverno: frio e neve. Família. Amizade sincera. Amor. Cantar a plenos pulmões. Dançar até cair para o lado. Boa gargalhada. Fazer tudo e coisa nenhuma. Música. Bom livro. Bom filme. Gelados. Chiquelates. Café. Chá. Dormir. Acordar com vontade de gozar o dia. Conversar horas a fio. Silêncio. Mar. Lua. Estrelas. Guiar sem destino. Viajar. Fotografia. Cheiro a "chuva molhada". Campo. Cidades. Cães. Ar livre. Futebol. Escrever. Pão quentinho com manteiga. Não dar pelo passar do dia. Férias. Trabalho... (nota: ordem aleatória)