Há dias excelentes, memoráveis. Há também os menos bons. Os marcantes. Os decisivos. Este espaço é, apenas, um conjunto de desabafos fruto dos dias que vou percorrendo e da minha (in)sanidade mental. E, tal como eu... tem dias!

Quarta-feira, 14 de Março, 2012

A questão da venda do pavilhão atlântico, confesso, deixa-me um tudo nada preocupada. Temo que seja adquirido por chineses ou magnatas angolanos e que se transforme em local de romaria do reino da igreja de prevejo-que-haverá-um-cataclismo-só-não-sei-bem-quando-será.

 

É certo que o estado não pode continuar a alimentar um elefante branco. Acredito que se tenha tentado arranjar patrocínios, tipo como existe em Londres com o "O2 arena" e terminadas todas as saídas possíveis, se tenha optado por esta (a venda).

Assim de repente, lembro-me de não-sei-quantas-salas-de-espectáculos que foram vendidas e... o que daí resultou não foi motivo de orgulho para o português comum. Continuo, chamem-me sonhadora, a achar que o Estado tem (ou deve ter) um papel activo na questão da defesa da cultura de um país. Imagino que existam alguns mecenas a querer "investir" (a fundo perdido) em salas como esta. Lamento que se tenha chegado aqui.

 

A ver vamos no que isto vai dar - temo que, de seguida, comecemos a vender os palácios, castelos, teatros, and so one, and so one, e chegará o dia que só falta vender a classe política. Quem os comprará? E será que não podíamos começar por vendê-los primeiro? Antes de alienarmos o nosso património?

tags:
publicado por K às 11:35

Qualquer dia Portugal vai ser governado por chineses, brasileiros e por aí. Vão tomar conta de tudo e comprar tudo. Não é que tenha algo contra essas raças, mas porque não deixam Portugal para os portugueses?
O desemprego aumenta porque os postos de trabalho que deveriam de ser para portugueses são para estrangeiros. Antigamente os estrangeiros trabalhavam na construção civil , hoje em dia tomam lugar de medicos e enfermeiros. Pergunto-me , onde é que isto vai chegar? Qualquer dia vamos a espanha, china, ucrania e não encontramos pessoas desses paises. Como ja nada me surpeende , qualquer dia ainda somos expulsos do nosso proprio país!
be-or-notbe-dois a 14 de Março de 2012 às 12:39


mais sobre mim
Gosto de...
Dias de Verão: praia, calor. Dias de Inverno: frio e neve. Família. Amizade sincera. Amor. Cantar a plenos pulmões. Dançar até cair para o lado. Boa gargalhada. Fazer tudo e coisa nenhuma. Música. Bom livro. Bom filme. Gelados. Chiquelates. Café. Chá. Dormir. Acordar com vontade de gozar o dia. Conversar horas a fio. Silêncio. Mar. Lua. Estrelas. Guiar sem destino. Viajar. Fotografia. Cheiro a "chuva molhada". Campo. Cidades. Cães. Ar livre. Futebol. Escrever. Pão quentinho com manteiga. Não dar pelo passar do dia. Férias. Trabalho... (nota: ordem aleatória)