Há dias excelentes, memoráveis. Há também os menos bons. Os marcantes. Os decisivos. Este espaço é, apenas, um conjunto de desabafos fruto dos dias que vou percorrendo e da minha (in)sanidade mental. E, tal como eu... tem dias!

Segunda-feira, 05 de Março, 2012

Hoje, em algumas localidades houve missa de 7º dia pela minha mãe. É o que dá ter a família espalhada.

A que eu (e mais umas tantas pessoas) assisti foi bastante comovente. Durante a tarde recebi um telefonema de uma antiga colega da minha mãe que canta num coro, que gostava muito da minha mãe e que se a família não se importasse, gostariam de cantar na missa de hoje. Claro que lhes respondi que por nós não haveria qualquer problema - e tenho a certeza absoluta que a minha mãe adorou a ideia - desde que o padre autorizasse, por nós tudo bem.

De cada vez que eles cantavam uma música, eu parecia uma Maria Madalena arrependida. Mas, enfim. Tenho de ter paciência. Um dia de cada vez.

 

Algumas das amigas mais chegadas da minha mãe fizeram questão de, no final, voltar a reafirmar que caso alguma vez eu precisasse do que fosse, elas estão disponíveis. Achei tão querido. Em especial as que ela mais gostava, as que eu sei que, efectivamente, dizem-no com sentimento, é impossível ficar indiferente.

 

Eu já sabia que o final do dia ia ser complicado. Não há milagres.

Está a ser difícil. Mesmo sabendo que, apesar de tudo, já não há mais sofrimento. Custa muito. Melhores dias virão. Nem que seja para a semana...

tags:
publicado por K às 23:44

De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

mais sobre mim
Gosto de...
Dias de Verão: praia, calor. Dias de Inverno: frio e neve. Família. Amizade sincera. Amor. Cantar a plenos pulmões. Dançar até cair para o lado. Boa gargalhada. Fazer tudo e coisa nenhuma. Música. Bom livro. Bom filme. Gelados. Chiquelates. Café. Chá. Dormir. Acordar com vontade de gozar o dia. Conversar horas a fio. Silêncio. Mar. Lua. Estrelas. Guiar sem destino. Viajar. Fotografia. Cheiro a "chuva molhada". Campo. Cidades. Cães. Ar livre. Futebol. Escrever. Pão quentinho com manteiga. Não dar pelo passar do dia. Férias. Trabalho... (nota: ordem aleatória)