Há dias excelentes, memoráveis. Há também os menos bons. Os marcantes. Os decisivos. Este espaço é, apenas, um conjunto de desabafos fruto dos dias que vou percorrendo e da minha (in)sanidade mental. E, tal como eu... tem dias!

Terça-feira, 07 de Outubro, 2008

Parece que em menos de quinze dias fico divorciada. Como não temos filhos e é tudo amigável (que palavrinha tão curiosa atendendo à situação. Não a esta concretamente... mas tem a sua ironia chamar-se "divórcio amigável". Parece um contra-senso... mas adiante), a "coisa" é bastante rápida.

Num ápice, em menos de nada... tudo fica "resolvido". Ou quase...

Era bom que os meus sentimentos se resolvem assim tão depressa.

Isso e a minha situação financeira que segue a linha da crise europeia (e nacional). É que manter uma casa, um crédito e afins que estavam estruturados para um casal... sozinha tem muito que se lhe diga... mas eu vou sobreviver. Melhor, muito melhor do que sobrevivier... vou conseguir dar a volta por cima, ser mais forte e crescer.

Falta saber é quando...

publicado por K às 19:04

mais sobre mim
Gosto de...
Dias de Verão: praia, calor. Dias de Inverno: frio e neve. Família. Amizade sincera. Amor. Cantar a plenos pulmões. Dançar até cair para o lado. Boa gargalhada. Fazer tudo e coisa nenhuma. Música. Bom livro. Bom filme. Gelados. Chiquelates. Café. Chá. Dormir. Acordar com vontade de gozar o dia. Conversar horas a fio. Silêncio. Mar. Lua. Estrelas. Guiar sem destino. Viajar. Fotografia. Cheiro a "chuva molhada". Campo. Cidades. Cães. Ar livre. Futebol. Escrever. Pão quentinho com manteiga. Não dar pelo passar do dia. Férias. Trabalho... (nota: ordem aleatória)