Há dias excelentes, memoráveis. Há também os menos bons. Os marcantes. Os decisivos. Este espaço é, apenas, um conjunto de desabafos fruto dos dias que vou percorrendo e da minha (in)sanidade mental. E, tal como eu... tem dias!

Sexta-feira, 06 de Janeiro, 2012

Detesto ver declarações de amor - e será que o são mesmo? mais parecem apelos desesperados, pois alguns não são correspondidos - colocadas nos "murais" do facebook de alguns "amigos".

Faz-me "espécie" que não entendam que, em primeiro lugar, os outros sentem-se desconfortáveis ao ser confrontados com aquelas declarações / apelos / whatever; depois, fica aquela sensação quase do "coitadinho". E... pelo menos, na minha maneira de ver, se alguém tem "pena" de nós, é porque atingimos, mesmo o fundo, ou não?

Também sei que, pelo menos em alguns casos, não têm faltado avisos e chamadas de atenção de quem está mais próximo. Mas, como ainda estão naquela fase "quente" do fim do relacionamento - aqueles timings que variam, e bastante, de pessoa para pessoa - respondem que apenas estão a partilhar os sentimentos etc. e tal e que não há nada de mal.

Eu sei que sou suspeita para falar - tendo eu um blog - mas, apesar dos pesares, há coisas que não coloco aqui. Porque são demasiado privadas. Essas endereço-as a quem de direito. E só. Sim, compreendo que haja quem partilhe com o mundo inteiro. E se não condeno isso... por que raio critico estas atitudes de partilha no mural do facebook? Creio que, essencialmente, porque parecem apelos desesperados de "estou aqui, gosta de mim". Sim, acho que é isso que me desgosta e chega, até, a entristecer. Ainda para mais, algumas dessas pessoas são bastante bonitas. Mas a sua auto estima, pelo menos por enquanto, está em níveis muito abaixo do admissível. Melhores dias virão, sem dúvida. Até lá... vou tentar ignorá-las, o que mais posso fazer?

tags:
publicado por K às 13:43

mais sobre mim
Gosto de...
Dias de Verão: praia, calor. Dias de Inverno: frio e neve. Família. Amizade sincera. Amor. Cantar a plenos pulmões. Dançar até cair para o lado. Boa gargalhada. Fazer tudo e coisa nenhuma. Música. Bom livro. Bom filme. Gelados. Chiquelates. Café. Chá. Dormir. Acordar com vontade de gozar o dia. Conversar horas a fio. Silêncio. Mar. Lua. Estrelas. Guiar sem destino. Viajar. Fotografia. Cheiro a "chuva molhada". Campo. Cidades. Cães. Ar livre. Futebol. Escrever. Pão quentinho com manteiga. Não dar pelo passar do dia. Férias. Trabalho... (nota: ordem aleatória)