Há dias excelentes, memoráveis. Há também os menos bons. Os marcantes. Os decisivos. Este espaço é, apenas, um conjunto de desabafos fruto dos dias que vou percorrendo e da minha (in)sanidade mental. E, tal como eu... tem dias!

Quarta-feira, 09 de Novembro, 2011
Hoje de manhã, lá voltei a fazer das minhas. No meio da azáfama matinal de
despachar e, pelo meio, intervalar com algumas tarefas domésticas (incluiu
estender roupa, apanhar outra, etc. e tal), quando me preparva para sair de
casa chegou o momento de escolher o casaco que iria ser hoje o seleccionado
a sair à rua. Chego ao armário onde estão os ditos (casacos) e vá de tentar
descortinar qual ficaria melhor com a idumentária de hoje. Uma pequena
nota, a iluminação no local onde se situa este roupeiro não é das melhores.
Mas, é o que temos. Dou de caras com um casaco que já nem me lembrava que
tinha (novinho em folha, adoro quando isso sucede - em geral são compras de
saldos, do ano anterior, que, depois, estreio na estação seguinte) e que,
basicamente, era absolutamente perfeito para combinar com o vestido
cinzento cintado). Até aqui tudo bem. Até chegar à rua e com a luz natural
com que fomos presenteados (hoje até tem sido bem cinzentona) constatar,
para meu choque, que o casaco eleito é azul. Nada de mal, não fosse o
vestido ser cinzento, as meias e a carteira pretas. Lindo! K. no seu
melhor. Naturalmente não iria combinar o azul escuro do casaco com o resto.
Vai de estacionar o carro. Voltar a subir. Escolher outro casaco que não
tenha incompatibilidades cromáticas e, finalmente, seguir para o resto do
dia. Em calhando, melhorava o nível de luminosidade daquele espaço. Isso ou
modifico o lugar dos casacos.
publicado por K às 14:14

olá! se for azul escuro, também diz bem. beijos e bom descanso
nuno a 9 de Novembro de 2011 às 19:35


mais sobre mim
Gosto de...
Dias de Verão: praia, calor. Dias de Inverno: frio e neve. Família. Amizade sincera. Amor. Cantar a plenos pulmões. Dançar até cair para o lado. Boa gargalhada. Fazer tudo e coisa nenhuma. Música. Bom livro. Bom filme. Gelados. Chiquelates. Café. Chá. Dormir. Acordar com vontade de gozar o dia. Conversar horas a fio. Silêncio. Mar. Lua. Estrelas. Guiar sem destino. Viajar. Fotografia. Cheiro a "chuva molhada". Campo. Cidades. Cães. Ar livre. Futebol. Escrever. Pão quentinho com manteiga. Não dar pelo passar do dia. Férias. Trabalho... (nota: ordem aleatória)