Há dias excelentes, memoráveis. Há também os menos bons. Os marcantes. Os decisivos. Este espaço é, apenas, um conjunto de desabafos fruto dos dias que vou percorrendo e da minha (in)sanidade mental. E, tal como eu... tem dias!

Terça-feira, 08 de Novembro, 2011

O dia de hoje, de trabalho, foi cansativo, mas, até ver, será, minimamente compensador.

Agora, o que me animou e deixou com uma excelente boa disposição foi ouvir a minha mãe ao telefone. Que saudades. Dela. Com aquela voz. Sem enrolar as palavras (de tal modo que não se perceba nada). Pelo menos até ver, até tenho receio de falar, o ar apático, o conformismo deu lugar a uma aparente (enorme) reviravolta.

A ver vamos, mas enquanto há vida, há esperança.

É tão distinta a minha reacção hoje, quando comparada com o dia 1 de Novembro. É o dia da noite, melhor dizendo, foi a noite e agora o dia. E passou uma semana.

 

Estamos TODOS a torcer, TODOS!

tags:
publicado por K às 22:45

Estamos todos a torcer mesmo... ela vai melhorar, tenho essa esperança...

Beijinho grande :)
Lisete a 11 de Novembro de 2011 às 10:14


mais sobre mim
Gosto de...
Dias de Verão: praia, calor. Dias de Inverno: frio e neve. Família. Amizade sincera. Amor. Cantar a plenos pulmões. Dançar até cair para o lado. Boa gargalhada. Fazer tudo e coisa nenhuma. Música. Bom livro. Bom filme. Gelados. Chiquelates. Café. Chá. Dormir. Acordar com vontade de gozar o dia. Conversar horas a fio. Silêncio. Mar. Lua. Estrelas. Guiar sem destino. Viajar. Fotografia. Cheiro a "chuva molhada". Campo. Cidades. Cães. Ar livre. Futebol. Escrever. Pão quentinho com manteiga. Não dar pelo passar do dia. Férias. Trabalho... (nota: ordem aleatória)