Há dias excelentes, memoráveis. Há também os menos bons. Os marcantes. Os decisivos. Este espaço é, apenas, um conjunto de desabafos fruto dos dias que vou percorrendo e da minha (in)sanidade mental. E, tal como eu... tem dias!

Sexta-feira, 28 de Outubro, 2011

Serei só eu a achar que toda esta história do Duarte Lima e casas dos segredos só servem para tentar distrair o 'Tuga do essencial? É que enquanto nos entretêm com estas questões, tentam que nos esqueçamos de coisas bem essenciais.

Será que alguém consegue explicar-me em que país é que sucede algo semelhante:

- depois de dois meses ao serviço da nação, leia-se político, passam a ter reformas, bem chorudas, as subvenções vitalícias, para além, claro está, de irem acumulado com outros salários em posições bem discretas como administradores, vogais e coisas que tais .

Mas... quanto mais não fosse uma aritmética, daquelas mais simples, dava para perceber, de caras, que, a Segurança Social NÃO é um poço sem fundo. E depois? Vamos exigir ao 'Tuga - o que anda entretido com outras histórias - que vai ter de apertar, ainda mais, o cinto, e abdicar isto e daquilo...

VERGONHA! É uma VERGONHA!

E todos os quadrantes políticos, não me venham com histórias.

Estou nauseada com tudo isto. Desapontada e muito revoltada.

 

Que tal começarem por abdicar, TODOS, mas TODOS sem exemplo, destas subvenções vitalícias e eliminar, para sempre, tal "regalia"? A bem da retoma económica do país, do futuro e da tão falada sustentabilidade.

tags:
publicado por K às 13:35

olá, como é que te sentes? achas que será tudo cabala, para distrair os Portugueses? sim, tens razão quanto a isso, porque de vez em quando existe sempre um assunto polémico e não se fala de outra coisa durante duas semanas.. beijos e um bom fim de semana. O país está assim por culpa dos Políticos. Está a pagar a crise quem mais contribui para o País, com a compra de casa e a pagar juros altíssimos.... melhoras do pé
nuno a 28 de Outubro de 2011 às 15:42


mais sobre mim
Gosto de...
Dias de Verão: praia, calor. Dias de Inverno: frio e neve. Família. Amizade sincera. Amor. Cantar a plenos pulmões. Dançar até cair para o lado. Boa gargalhada. Fazer tudo e coisa nenhuma. Música. Bom livro. Bom filme. Gelados. Chiquelates. Café. Chá. Dormir. Acordar com vontade de gozar o dia. Conversar horas a fio. Silêncio. Mar. Lua. Estrelas. Guiar sem destino. Viajar. Fotografia. Cheiro a "chuva molhada". Campo. Cidades. Cães. Ar livre. Futebol. Escrever. Pão quentinho com manteiga. Não dar pelo passar do dia. Férias. Trabalho... (nota: ordem aleatória)