Há dias excelentes, memoráveis. Há também os menos bons. Os marcantes. Os decisivos. Este espaço é, apenas, um conjunto de desabafos fruto dos dias que vou percorrendo e da minha (in)sanidade mental. E, tal como eu... tem dias!

Terça-feira, 25 de Outubro, 2011
.. dizem.
Eis como começou o meu dia:
1º dou um golpe no dedo quando estava a cortar o pão para as torradas.
Apesar de estar com o "facalhão" do pão (aquela face enoooormeeee), só não
foi pior e mais profundo porque consegui parar a tempo.

2º resolvo deixar cair a caneca ao chão - de repente, neste instante,
lembrou-se o "zumba na caneca", lindooooooo - quando a ia para colocar na
máquina da loiça. Não, não entornou nada, mas embateu em duas ou três
esquinas, antes de rebolar pelo chão (a safada). Quando pensava que ia ter
mil e um cacos para apanhar... verifico que nada. Nem uma lascazita. A
caneca está intacta, impecável.

3º chego ao carro, já pronta para seguir viagem - e já ninguém dizia que era
cedo - e verifico que a mochila (onde está o computador, a agenda e outras
coisas assim, um tudo nada, importantes) tinha ficado em casa. Toca de
voltar a subir, para ir resgatar o computador de um dia de preguiça.

Pronto, se não há duas sem três... será que já fechou este ciclo? Já? Posso
ficar descansada que, pelo menos hoje, a coisa estará mais calma?
Ou... será que, se fechei o ciclo... não terei iniciado outro?

Pensando bem... a(s) coisa(s) poderiam ter sido bem piores.

Nota: Tenho a mania que hoje é 6ª Feira. O que é extremamente positivo,
naturalmente.
publicado por K às 10:52

olá mulher acidentada. Existem dias assim. Que hoje, não te aconteça mais nada. Quando deres um pequeno golpe no dedo, coloca-lhe açucar, por cima do sangue, que o açucar estanca a pequena hemorragia. beijos e um bom trabalho
nuno a 25 de Outubro de 2011 às 17:02


mais sobre mim
Gosto de...
Dias de Verão: praia, calor. Dias de Inverno: frio e neve. Família. Amizade sincera. Amor. Cantar a plenos pulmões. Dançar até cair para o lado. Boa gargalhada. Fazer tudo e coisa nenhuma. Música. Bom livro. Bom filme. Gelados. Chiquelates. Café. Chá. Dormir. Acordar com vontade de gozar o dia. Conversar horas a fio. Silêncio. Mar. Lua. Estrelas. Guiar sem destino. Viajar. Fotografia. Cheiro a "chuva molhada". Campo. Cidades. Cães. Ar livre. Futebol. Escrever. Pão quentinho com manteiga. Não dar pelo passar do dia. Férias. Trabalho... (nota: ordem aleatória)