Há dias excelentes, memoráveis. Há também os menos bons. Os marcantes. Os decisivos. Este espaço é, apenas, um conjunto de desabafos fruto dos dias que vou percorrendo e da minha (in)sanidade mental. E, tal como eu... tem dias!

Segunda-feira, 24 de Outubro, 2011

Hoje, a trabalho, vim até Sines dar uma formação. Até aqui nada de novo. A meio do caminho e até porque, incrivelmente, estava com imenso tempo disponível, resolvo parar numa bomba de serviço, na autoestrada, para levantar dinheiro e beber um café. Dirijo-me para a caixa multibanco e constato, para meu horror, que deixei os cartões multibanco em casa. - uma pequena nota, tenho uma "mini-mini-mini" carteira que me acompanha para todo o lado, é bastante compacta, maneirinha e fácil de arrumar, onde tenho os cartões básicos: cartão de cidadão, carta condução, cartões multibanco, cartão do seguro de saúde. Aliás, nas viagens que faço tem o tamanho ideal - Foi a "mini-mini-mini" carteira que ficou em casa (isto porque resolvi mudar de carteira sem utilizar a"bolsa" espectacular de muda de carteira com a dita e tudo mantém-se lá dentro).

 

Adiante... constato que estou a kms de casa, sem dinheiro, sem multibancos... bonito. Para minha sorte (ou azar) verifico que no "porta-moedas" grande ficou (esquecido?) um dos cartões de crédito (o outro está na "mini-mini-mini"). Lá fui "forçada" a levantar dinheiro a crédito - nem quero, para já, saber quanto o esquecimento me vai custar - e agora é ver se a polícia não me manda parar... porque os "meus" documentos estão bem longeeeeee.

Só eu!

publicado por K às 13:45

olá. imagino que tenhas ficado furiosa, mas ainda bem que conseguiste levantar dinheiro a crédito. são coisas que acontecem. beijos
nuno a 24 de Outubro de 2011 às 18:27


mais sobre mim
Gosto de...
Dias de Verão: praia, calor. Dias de Inverno: frio e neve. Família. Amizade sincera. Amor. Cantar a plenos pulmões. Dançar até cair para o lado. Boa gargalhada. Fazer tudo e coisa nenhuma. Música. Bom livro. Bom filme. Gelados. Chiquelates. Café. Chá. Dormir. Acordar com vontade de gozar o dia. Conversar horas a fio. Silêncio. Mar. Lua. Estrelas. Guiar sem destino. Viajar. Fotografia. Cheiro a "chuva molhada". Campo. Cidades. Cães. Ar livre. Futebol. Escrever. Pão quentinho com manteiga. Não dar pelo passar do dia. Férias. Trabalho... (nota: ordem aleatória)