Há dias excelentes, memoráveis. Há também os menos bons. Os marcantes. Os decisivos. Este espaço é, apenas, um conjunto de desabafos fruto dos dias que vou percorrendo e da minha (in)sanidade mental. E, tal como eu... tem dias!

Domingo, 16 de Outubro, 2011

Estou, uma vez mais (e por motivos profissionais) fora do país. Desta vez no "centro da Europa". Até ver está um sol lindo. Sim, um pouco frescote (e, para eles, também estão temperaturas anormalmente altas - nem quero imaginar como vai ser amanha ou depois), mas nem uma nuvem no céu. Para não variar os preparativos para mais esta viagem foram, como vem sendo habito, concluídos mesmo no ultimo minuto. E já foi uma sorte não me ter esquecido de nada básico. A ver vamos.

 

Ontem à noite, a meio de um jantar, resolvi ter uma panorâmica diferente do restaurante onde estava. Ou melhor, da zona de acesso às casas-de-banho. Houve quem pensasse (pessoas absolutamente estranhas, no sentido em que nao as conhecia de lado nenhum) que eu estava a tirar fotografias - ainda agora não entendo este raciocínio, mas deve estar intimamente ligado com a bebida que as senhoras utilizaram para acompanhar a refeição. Isso ou a falta dela (da bebida).

Pois, a caminho da casa-de-banho, nao reparei num degrau dissimulado que lá estava e, vou parar ao chão. O mesmo pé de sempre a acusar o sucedido: pé direito com um entorse. Oh vida! Nem me conseguia levantar do chão, com tanta dor. (Esta foi a parte em que três senhoras que, prontamente, me auxiliaram a levantar e a atingir um banco corrido que estava nas redondezas - deve ser para quem, como eu, se espalha ao comprido naquele local - e uma das senhoras comentou que achava, quando me viu estendida no chão (eu estava agarrada ao tornozelo), que eu estava a tirar uma fotografia. Coisas da vida.

Sim, gelo e mais gelo, ainda no restaurante. Aquele gel quase milagroso, voltaren(?) que uma das "convivas", providencialmente tinha. Quando cheguei a casa, mais voltaren e... a 'ber como vai recuperar. Isto só a mim, claro está. E este ano já é o segundo (entorse).

 

Em principio, vou ficar uns dias sem conseguir ter acesso à net - e aos tufones também - como tal... até ao meu regresso.

 

Nota: as letras no teclado são iguais às nossas, com excepção da localização do "Z" e do "Y" (estão trocados)

 

Nota02: do hospital, nada de novo. As coisas vao melhorando, sem duvida, mas a um ritmo muito lento para quem está desesperadamenete à espera.

publicado por K às 15:43

olá! lamento que tenhas tido novamente uma entorse e no mesmo pé. A minha Mãe também torceu novamente o pé, mas tá a recuperar. Por motivos de saúde de um primo, vou levar-lhe o almoço ao Ipo e lá fico umas horas... a minha Mãe costuma ir comigo e num desses dias caiu... no mesmo dia, uma prima nossa ia buscar a minha mãe ao Ipo para irem dar uma volta e ao sair de um café, ao pé da casa dela, caiu também e torceu os dois pés.. mas estão a melhorar. As melhoras para ti e para o teu ou tua familiar. beijos e trata lá disso. bom trabalho !
nuno a 17 de Outubro de 2011 às 17:35

olá, como te sentes do pé? beijos e as melhoras.. bem sei que não vens á net uns dias. abraço e bom work..
nuno a 18 de Outubro de 2011 às 21:23


mais sobre mim
Gosto de...
Dias de Verão: praia, calor. Dias de Inverno: frio e neve. Família. Amizade sincera. Amor. Cantar a plenos pulmões. Dançar até cair para o lado. Boa gargalhada. Fazer tudo e coisa nenhuma. Música. Bom livro. Bom filme. Gelados. Chiquelates. Café. Chá. Dormir. Acordar com vontade de gozar o dia. Conversar horas a fio. Silêncio. Mar. Lua. Estrelas. Guiar sem destino. Viajar. Fotografia. Cheiro a "chuva molhada". Campo. Cidades. Cães. Ar livre. Futebol. Escrever. Pão quentinho com manteiga. Não dar pelo passar do dia. Férias. Trabalho... (nota: ordem aleatória)