Há dias excelentes, memoráveis. Há também os menos bons. Os marcantes. Os decisivos. Este espaço é, apenas, um conjunto de desabafos fruto dos dias que vou percorrendo e da minha (in)sanidade mental. E, tal como eu... tem dias!

Sexta-feira, 30 de Setembro, 2011

Todas as semanas, a "minha" empregada vem cá a casa dar uma "geral" na limpeza da dita. Todas as semanas, quando chego a casa, depois de ela cá ter estado, entro a pensar qual será a novidade desse dia.

Por exemplo, acho que já deixou, à vez, a luz acesa de cada uma das divisões cá em casa. Algumas até mais do que uma vez. Sim, por esquecimento.

Desta vez, partiu o vinagre.

Agora, a melhor, foi, durante a minha ausência, na semana passada, ter desligado a extensão onde a box da "tuvisão" está ligada. Qual o problema, perguntam vocês, se eu nem em casa estava? Pois, esse é mesmo o problema... é que eu não estava em casa (nem iria estar), mas tinha programado algumas gravações. Adivinharam... desde o dia em que ela cá veio que... a box não gravou nada. Não se percebe. Já não fazem boxes telepáticas que adivinham, mesmo quando estão desligadas da ficha, quando têm de gravar. É indecente.

publicado por K às 11:09

mais sobre mim
Gosto de...
Dias de Verão: praia, calor. Dias de Inverno: frio e neve. Família. Amizade sincera. Amor. Cantar a plenos pulmões. Dançar até cair para o lado. Boa gargalhada. Fazer tudo e coisa nenhuma. Música. Bom livro. Bom filme. Gelados. Chiquelates. Café. Chá. Dormir. Acordar com vontade de gozar o dia. Conversar horas a fio. Silêncio. Mar. Lua. Estrelas. Guiar sem destino. Viajar. Fotografia. Cheiro a "chuva molhada". Campo. Cidades. Cães. Ar livre. Futebol. Escrever. Pão quentinho com manteiga. Não dar pelo passar do dia. Férias. Trabalho... (nota: ordem aleatória)