Há dias excelentes, memoráveis. Há também os menos bons. Os marcantes. Os decisivos. Este espaço é, apenas, um conjunto de desabafos fruto dos dias que vou percorrendo e da minha (in)sanidade mental. E, tal como eu... tem dias!

Quarta-feira, 22 de Abril, 2009

A minha mãe está desde as 08:30 a fazer o dito exame. Quando se souberem os resultados, que vão demorar uma eternidade, pelo menos para nós, saberemos se o bicharoco já atingiu mais algum órgão ou algo do género. É inevitável, estou com o coração nas mãos. Por ela e pelo meu pai. Obviamente que, com eles, não passo este sentimento, não dá. Mas não consigo evitar estar ansiosa.
Mesmo com o dia complicado que vou ter, cheira-me, em termos de trabalho, com uma vistoria muito importante. Nem isso me consegue desviar da minha preocupação pela minha mãe. Não é que não esteja concentrada no que vou a fazer, nada disso, até me ajuda, nem que seja por momentos (pelo menos enquanto não se inicia a dita), a esquecer um pouco a preocupação. Não há de ser nada. Got to go!

tags: ,
publicado por K às 10:40

mais sobre mim
Gosto de...
Dias de Verão: praia, calor. Dias de Inverno: frio e neve. Família. Amizade sincera. Amor. Cantar a plenos pulmões. Dançar até cair para o lado. Boa gargalhada. Fazer tudo e coisa nenhuma. Música. Bom livro. Bom filme. Gelados. Chiquelates. Café. Chá. Dormir. Acordar com vontade de gozar o dia. Conversar horas a fio. Silêncio. Mar. Lua. Estrelas. Guiar sem destino. Viajar. Fotografia. Cheiro a "chuva molhada". Campo. Cidades. Cães. Ar livre. Futebol. Escrever. Pão quentinho com manteiga. Não dar pelo passar do dia. Férias. Trabalho... (nota: ordem aleatória)