Há dias excelentes, memoráveis. Há também os menos bons. Os marcantes. Os decisivos. Este espaço é, apenas, um conjunto de desabafos fruto dos dias que vou percorrendo e da minha (in)sanidade mental. E, tal como eu... tem dias!

Segunda-feira, 15 de Agosto, 2011

Ando estranha pelas mais variadas razões... mais uma! Ele é o cansaço. O trabalho que não termina com os dead-lines (alguns já ultrapassados) que me consomem. As noites com poucas horas de descanso devido, lá está, ao trabalho. A questão da minha mãe e dela continuar meia em baixo. Ontem, Sábado, e hoje Domingo (apesar de, à hora que escrevo este post, já ser, 2ª Feira, ainda estou no Domingo), foram dias particularmente "down" para ela. Logo, para nós também. Foi algo que comi e que não me caiu bem, resultado andei o dia de hoje todo muito estranha, sempre a caminho da casa-de-banho e tudo. Tudo isto bem misturado e levado a lume brando origina, não um prato suculento, mas algo que me deixa no estado em que estou: "istranha". A precisar de férias e descanso e que as preocupações se vão e... tudo!

tags:
publicado por K às 01:00

mais sobre mim
Gosto de...
Dias de Verão: praia, calor. Dias de Inverno: frio e neve. Família. Amizade sincera. Amor. Cantar a plenos pulmões. Dançar até cair para o lado. Boa gargalhada. Fazer tudo e coisa nenhuma. Música. Bom livro. Bom filme. Gelados. Chiquelates. Café. Chá. Dormir. Acordar com vontade de gozar o dia. Conversar horas a fio. Silêncio. Mar. Lua. Estrelas. Guiar sem destino. Viajar. Fotografia. Cheiro a "chuva molhada". Campo. Cidades. Cães. Ar livre. Futebol. Escrever. Pão quentinho com manteiga. Não dar pelo passar do dia. Férias. Trabalho... (nota: ordem aleatória)