Há dias excelentes, memoráveis. Há também os menos bons. Os marcantes. Os decisivos. Este espaço é, apenas, um conjunto de desabafos fruto dos dias que vou percorrendo e da minha (in)sanidade mental. E, tal como eu... tem dias!

Sábado, 23 de Julho, 2011

Ainda ontem, num jantar com um dos meus núcleos duros, uma das minhas amigas, a C., afirmava que ela (Amy) era um péssimo exemplo para os fãs e jovens e que mais ninguém deveria comprar bilhetes para o próximo concerto que ela desse no nosso país. Quase que parece que estava a adivinhar. De facto, não mais virá cá (nem a outro lado). Efectivamente é mais um (entre muitos) exemplos de alguém, alegadamente, muito talentoso e que sucumbiu às drogas e ao álcool. Prematuramente, sem dúvida. Mesmo não fazendo parte do meu "top" de preferências musicais, algumas das músicas gosto, bastante até. Pode ser que, agora, tenha encontrado algum sossego.

Amy Winehouse - Tears Dry on Their Own

tags:
publicado por K às 20:15

mais sobre mim
Gosto de...
Dias de Verão: praia, calor. Dias de Inverno: frio e neve. Família. Amizade sincera. Amor. Cantar a plenos pulmões. Dançar até cair para o lado. Boa gargalhada. Fazer tudo e coisa nenhuma. Música. Bom livro. Bom filme. Gelados. Chiquelates. Café. Chá. Dormir. Acordar com vontade de gozar o dia. Conversar horas a fio. Silêncio. Mar. Lua. Estrelas. Guiar sem destino. Viajar. Fotografia. Cheiro a "chuva molhada". Campo. Cidades. Cães. Ar livre. Futebol. Escrever. Pão quentinho com manteiga. Não dar pelo passar do dia. Férias. Trabalho... (nota: ordem aleatória)