Há dias excelentes, memoráveis. Há também os menos bons. Os marcantes. Os decisivos. Este espaço é, apenas, um conjunto de desabafos fruto dos dias que vou percorrendo e da minha (in)sanidade mental. E, tal como eu... tem dias!

Sábado, 23 de Julho, 2011

Está um dia lindo para a prática desse desporto, espectacular, de Verão, denominado: ir-à-praia-e-preguiçar-nadar-passear-tomar-banhos-de-sol-e-de-mar e tu, devido à tua constipação que já leva uma semana e dois dias e por teres acordado hoje sem melhorias significativas, decides ficar em casa, a tentar recuperar? Aproveitas e colocas na lista de hoje dos "to do", algumas coisas domésticas (sabem que por estes lados, isso significa não só o esperado, roupa, casa e afins, mas também organizar computadores e passar as coisas de um para o outro, e para os discos externos e eu sei lá, eu sei lá), esperançada que, no final, o dia até seja proveitoso. Reflectes e concluis com tantas coisas de trabalho que tens, mesmo, de fazer também, efectivamente, o melhor é hoje ficar em casa a tentar recuperar desta coisa que não há maneira de passar (*). Talvez por volta da hora do almoço, se me sentir um pouco melhor, saia de casa (dou um salto ao hospital, para dar um beijinho aos meus pais), mas só se me sentir em condições, até porque não quero contagiar ninguém.

(*) sim, continuo a seguir algumas das mezinhas tradicionais, combinadas com xarope, spray para a garganta e pastilhas para a garganta. Mas o que querem que vos diga? Isto não há maneira de ter grandes melhorias.

Aproveito para partilhar este video que tem andado, por aí, a ser publicitado. Aviso, desde já, que pessoas (como eu) que se comovem com alguma facilidade são bem capazes de verter uma lagrimita ou outra, ou até mais. Vidas!

Salvando uma baleia e o agradecimento desta por lhe terem salvo a vida

Há humanos que deveriam aprender e bastante, com os animais.
publicado por K às 09:55

mais sobre mim
Gosto de...
Dias de Verão: praia, calor. Dias de Inverno: frio e neve. Família. Amizade sincera. Amor. Cantar a plenos pulmões. Dançar até cair para o lado. Boa gargalhada. Fazer tudo e coisa nenhuma. Música. Bom livro. Bom filme. Gelados. Chiquelates. Café. Chá. Dormir. Acordar com vontade de gozar o dia. Conversar horas a fio. Silêncio. Mar. Lua. Estrelas. Guiar sem destino. Viajar. Fotografia. Cheiro a "chuva molhada". Campo. Cidades. Cães. Ar livre. Futebol. Escrever. Pão quentinho com manteiga. Não dar pelo passar do dia. Férias. Trabalho... (nota: ordem aleatória)