Há dias excelentes, memoráveis. Há também os menos bons. Os marcantes. Os decisivos. Este espaço é, apenas, um conjunto de desabafos fruto dos dias que vou percorrendo e da minha (in)sanidade mental. E, tal como eu... tem dias!

Terça-feira, 12 de Julho, 2011

Diz que é uma espécie de Verão, este que estamos a ter. Se formos a ver bem, até fica em sintonia com os ânimos gerais. Era bom que pelo menos com o tempo - parece que ainda não há imposto para condições atmosféricas, mas, em calhando, em breve até aqui se lembrar de nos taxar - esse estivesse melhor; sempre o nosso estado de espírito era diferente.

Diz que as bolsas europeias estão em grande queda (ontem havia quem vaticinasse que hoje poderia ser a "3ª Feira negra") a juntar (ou talvez consequência) à restante crise que prolifera por grande parte dos países europeus. Vamos lá ver como isto vai ser.

Em princípio hoje será o início do último tratamento, desta fase. Se tudo correr bem, será internada hoje. Dependendo de alguns valores, poderá, já hoje, começar a levar a dose. Esperemos que esta seja, mesmo, a última (e não o fim desta etapa a que se seguiriam outras). Mas só depois saberemos. Um dia atrás do outro e... logo se verá!

publicado por K às 08:49

mais sobre mim
Gosto de...
Dias de Verão: praia, calor. Dias de Inverno: frio e neve. Família. Amizade sincera. Amor. Cantar a plenos pulmões. Dançar até cair para o lado. Boa gargalhada. Fazer tudo e coisa nenhuma. Música. Bom livro. Bom filme. Gelados. Chiquelates. Café. Chá. Dormir. Acordar com vontade de gozar o dia. Conversar horas a fio. Silêncio. Mar. Lua. Estrelas. Guiar sem destino. Viajar. Fotografia. Cheiro a "chuva molhada". Campo. Cidades. Cães. Ar livre. Futebol. Escrever. Pão quentinho com manteiga. Não dar pelo passar do dia. Férias. Trabalho... (nota: ordem aleatória)