Há dias excelentes, memoráveis. Há também os menos bons. Os marcantes. Os decisivos. Este espaço é, apenas, um conjunto de desabafos fruto dos dias que vou percorrendo e da minha (in)sanidade mental. E, tal como eu... tem dias!

Domingo, 03 de Julho, 2011

De volta ao Continente. Após os dias de azáfama (e os que me levaram a viajar), consegui desfrutar da belíssima ilha da Madeira - soube a pouco, é verdade, mas foi óptimo. E deu para namorar e tudo e tudo e tudo. Foi a minha segunda visita a esta ilha e, sinceramente, gostei muito mais desta vez. Sem qualquer sombra de dúvida. Ah e é preciso não esquecer de referir (para além do óbvio que associamos sempre a este local: beleza, contraste quase extremos, etc.) o quão bem recebidos somos. Sempre. Em todo o lado. Seja numa ponta ou na outra. Na cidade ou na vila mais remota. Sim, é verdade, os Madeirenses dependem, imenso, do turismo. Mas, enquanto que no Algarve sinto-me, muitas vezes, maltratada (e sou, por vezes, menosprezada, o que, obviamente não gosto - e sim, estou a generalizar, porque existem locais onde isso não sucede, é verdade, mas na maioria, sinto que não me querem lá, que preferem os ingleses, alemães e afins), na Madeira sou sempre bem tratada. São simpáticos e bastante hospitaleiros. Seja em locais "para turista" como em sítios frequentados por Madeirenses. Sim, temos de voltar, ficou tanto por fazer...

tags:
publicado por K às 18:30

mais sobre mim
Gosto de...
Dias de Verão: praia, calor. Dias de Inverno: frio e neve. Família. Amizade sincera. Amor. Cantar a plenos pulmões. Dançar até cair para o lado. Boa gargalhada. Fazer tudo e coisa nenhuma. Música. Bom livro. Bom filme. Gelados. Chiquelates. Café. Chá. Dormir. Acordar com vontade de gozar o dia. Conversar horas a fio. Silêncio. Mar. Lua. Estrelas. Guiar sem destino. Viajar. Fotografia. Cheiro a "chuva molhada". Campo. Cidades. Cães. Ar livre. Futebol. Escrever. Pão quentinho com manteiga. Não dar pelo passar do dia. Férias. Trabalho... (nota: ordem aleatória)