Há dias excelentes, memoráveis. Há também os menos bons. Os marcantes. Os decisivos. Este espaço é, apenas, um conjunto de desabafos fruto dos dias que vou percorrendo e da minha (in)sanidade mental. E, tal como eu... tem dias!

Segunda-feira, 02 de Maio, 2011

Depois dos crocodilos chega a vez das tartarugas. Nem sei como arranjei tempo mas, num ápice, devorei a segunda parte da aventura da família Cortès. Recomendo, tal como fiz com o primeiro volume.


Eis o que diz a contracapa: «A família Cortès está de volta. Joséphine é agora uma escritora de sucesso que deixa os subúrbios para se mudar para um requintado bairro de Paris. Apesar do mundo onde agora vive, mantém-se fiel a si própria e aos seus valores. Honesta, generosa, reservada. É uma mulher realizada, mas que ainda não encontrou o amor. A sua filha Hortense está a estudar moda em Londres e a filha mais nova Zoé começa a conhecer os desafios do coração. A sua irmã Íris, outrora perfeita e símbolo de sucesso, encontra-se agora no meio de uma profunda depressão. Juntamos a tudo isto um assassino em série, que aterroriza o bairro onde a protagonista vive, e um cão demasiado feio, e temos os ingredientes para mais um bestseller de Katherine Pancol. Um romance divertido e ao mesmo tempo negro, que fala do amor, de ser mãe, da amizade, da vida familiar, da adolescência, do trabalho, do mundo em que vivemos. Com mestria, cuidado e inteligência, ao longo destas páginas, vamos acompanhando o avançar obstinado e lento destas personagens, em busca dos seus sonhos, num mundo demasiado rápido e violento.»

Estava com algum receio que fosse "mais do mesmo", a tentativa de repetir o sucesso. Muitas vezes é o que sucede. Neste não foi o caso. Katherine Pancol consegue prender-nos a atenção e, de certo modo, há um "deslocar" do primeiro livro, da forma como conduz as nossas personagens. Conseguiu surpreender-me por vezes (adorei), noutras nem por isso (no entanto, não fiquei desiludida). Tenho de admitir que, apesar de estar receosa, gostei mais deste, até, do que do primeiro.
Tenho de descobrir "orgentemente" se já há tradução para a terceira parte. Será que é desta que vou tentar recordar o meu francês? É porque, temo, não vou aguentar a espera da publicação da continuação.

tags:
publicado por K às 13:57

mais sobre mim
Gosto de...
Dias de Verão: praia, calor. Dias de Inverno: frio e neve. Família. Amizade sincera. Amor. Cantar a plenos pulmões. Dançar até cair para o lado. Boa gargalhada. Fazer tudo e coisa nenhuma. Música. Bom livro. Bom filme. Gelados. Chiquelates. Café. Chá. Dormir. Acordar com vontade de gozar o dia. Conversar horas a fio. Silêncio. Mar. Lua. Estrelas. Guiar sem destino. Viajar. Fotografia. Cheiro a "chuva molhada". Campo. Cidades. Cães. Ar livre. Futebol. Escrever. Pão quentinho com manteiga. Não dar pelo passar do dia. Férias. Trabalho... (nota: ordem aleatória)