Há dias excelentes, memoráveis. Há também os menos bons. Os marcantes. Os decisivos. Este espaço é, apenas, um conjunto de desabafos fruto dos dias que vou percorrendo e da minha (in)sanidade mental. E, tal como eu... tem dias!

Terça-feira, 29 de Março, 2011

Está a ser tão difícil, mas tão difícil. Está a custar horrores. Tento não pensar muito no assunto. Fico sempre meia macambúzia quando falo com eles, ou quando acabei de estar com eles. Há pouco, porque uma das minha tias me ligou, para me dar uma força e apoio e tudo... não aguentei. Desfiz-me, completamente. E eu não sou quem está a passar o mau bocado. A minha mãe está muito pior, com dores insuportáveis, efeitos secundários horríveis, nem sei como ela aguenta. O meu pai, por seu lado, está, também, a sofrer horrores, sofre com ela e por ela. Fica impotente, por não conseguir aliviar-lhe as dores e o mau estar. Horrível, é o que eu vos digo. Ao pé de tudo isto que eles estão a passar, o Inferno de Dante é o paraíso.

tags: ,
publicado por K às 12:12

Nem consigo imaginar o sofrimento atroz que ela está a suportar!
O mais importante é que ela vai ficar boa mal esta núvem negra decida desaparecer.
beijinhos e muita força!
Sónia R a 29 de Março de 2011 às 15:31

'bigada. Sim, vai passar a nuvem, a tempestade... TUDO!
Beijinhos
K a 29 de Março de 2011 às 22:19


mais sobre mim
Gosto de...
Dias de Verão: praia, calor. Dias de Inverno: frio e neve. Família. Amizade sincera. Amor. Cantar a plenos pulmões. Dançar até cair para o lado. Boa gargalhada. Fazer tudo e coisa nenhuma. Música. Bom livro. Bom filme. Gelados. Chiquelates. Café. Chá. Dormir. Acordar com vontade de gozar o dia. Conversar horas a fio. Silêncio. Mar. Lua. Estrelas. Guiar sem destino. Viajar. Fotografia. Cheiro a "chuva molhada". Campo. Cidades. Cães. Ar livre. Futebol. Escrever. Pão quentinho com manteiga. Não dar pelo passar do dia. Férias. Trabalho... (nota: ordem aleatória)