Há dias excelentes, memoráveis. Há também os menos bons. Os marcantes. Os decisivos. Este espaço é, apenas, um conjunto de desabafos fruto dos dias que vou percorrendo e da minha (in)sanidade mental. E, tal como eu... tem dias!

Quinta-feira, 24 de Março, 2011

Deve haver uma qualquer explicação ciêntífica que será suportada, certamente, em alguns papers da especialidade... não sucede sempre, mas, acontece algumas vezes, como hoje. Regresso e tenho um presente envenenado à espera. Um relatório, hiper-super-mega-giga urgente, que tem de estar pronto até amanhã - são coisas que acontecem - já arregacei as mangas e não só de modo literal e comecei a fazer o dito. No entanto, há uma necessidade em "desperdiçar" algum tempo aqui no estaminé. Ajuda-me a relaxar um pouco, assim como que alívio anti-stress, nem que seja por uns momentos. E, às tantas, substitui as antigas pausas para repôr os níveis de nicotina, deve ser isso. Até porque, em algumas ocasiões, este "afastamento" do problema auxilia-me a ver as coisas de outro ângulo e quando regresso, consigo ser, ainda, mais eficaz.
São coisas que acontecem.
Só sei que hoje não vou ter hora para terminar... o dito tem de estar pronto a entregar amanhã.

tags:
publicado por K às 18:49

mais sobre mim
Gosto de...
Dias de Verão: praia, calor. Dias de Inverno: frio e neve. Família. Amizade sincera. Amor. Cantar a plenos pulmões. Dançar até cair para o lado. Boa gargalhada. Fazer tudo e coisa nenhuma. Música. Bom livro. Bom filme. Gelados. Chiquelates. Café. Chá. Dormir. Acordar com vontade de gozar o dia. Conversar horas a fio. Silêncio. Mar. Lua. Estrelas. Guiar sem destino. Viajar. Fotografia. Cheiro a "chuva molhada". Campo. Cidades. Cães. Ar livre. Futebol. Escrever. Pão quentinho com manteiga. Não dar pelo passar do dia. Férias. Trabalho... (nota: ordem aleatória)