Há dias excelentes, memoráveis. Há também os menos bons. Os marcantes. Os decisivos. Este espaço é, apenas, um conjunto de desabafos fruto dos dias que vou percorrendo e da minha (in)sanidade mental. E, tal como eu... tem dias!

Terça-feira, 31 de Março, 2009

Com o furacão que a minha vida sofreu perdi, a dada altura, cerca de 6 quilos (oficialmente) - oficiosamente foram sete e tal... shiuuuuu. Entretanto já consegui recuperar cerca de um quilograma (apesar de há algum tempo não andar a fazer qualquer controlo, leia-se pesar-me). Sei que quando deixar de fumar (espero que muito em breve) vou recuperar tudo o que perdi e talvez um pouco mais. Ou seja, se agora tenho o problema de não ter roupa que me sirva por estar magra demais (roupa que eu já tinha colocado de lado para dar, alguma que eu vestia quando tinha 16/17 anos serve-me outra vez... choque!!!), daqui a uns tempos vou ter o problema inverso: a roupa que antes de todo este rebuliço me servia deixará (pelo menos durante mais uns tempos) de poder ser utilizada. Mas adiante que este post não pretende ser uma dissertação sobre este assunto.
Na visita à médica da empresa onde trabalho (consulta periódica) ela informou-me que teria de fazer análises. Claro que constatou, ao vivo e a cores, não só o meu peso mas, também, que a largura da minha cintura diminuiu bastante (helás!) - certa vez questionei o porquê de se fazer esse controlo, parece que está relacionado com alguns problemas de circulação e que, com a medição periódica da nossa cintura se consegue aferir se pertencemos ao grupo de risco de sofrermos, por exemplo, AVC ou ataque de coração.
Ainda tentei demovê-la de fazer análises ao sangue agora, alegando que, muito provavelmente, os valores viriam todos fora dos parâmetros e atendendo ao "furacão", etc. e tal. Ela não foi de modas. «Assim vemos como é que está a situação» - respondeu-me. Hoje recebi os resultados: está TUDO, tudinho mesmo, dentro dos parâmetros. Até o colesterol que há um ano atrás estava um-tudo-nada acima do limite. É verdade que este último está muito perto do limite, mas, ainda assim, está abaixo! Es-pec-tá-cu-lo!!!

tags:
publicado por K às 19:22

mais sobre mim
Gosto de...
Dias de Verão: praia, calor. Dias de Inverno: frio e neve. Família. Amizade sincera. Amor. Cantar a plenos pulmões. Dançar até cair para o lado. Boa gargalhada. Fazer tudo e coisa nenhuma. Música. Bom livro. Bom filme. Gelados. Chiquelates. Café. Chá. Dormir. Acordar com vontade de gozar o dia. Conversar horas a fio. Silêncio. Mar. Lua. Estrelas. Guiar sem destino. Viajar. Fotografia. Cheiro a "chuva molhada". Campo. Cidades. Cães. Ar livre. Futebol. Escrever. Pão quentinho com manteiga. Não dar pelo passar do dia. Férias. Trabalho... (nota: ordem aleatória)