Há dias excelentes, memoráveis. Há também os menos bons. Os marcantes. Os decisivos. Este espaço é, apenas, um conjunto de desabafos fruto dos dias que vou percorrendo e da minha (in)sanidade mental. E, tal como eu... tem dias!

Quinta-feira, 26 de Março, 2009

Há coisas que me irritam mesmo, quase (eu escrevi "quase") me tiram do sério.
Uma delas é, sem dúvida, esta forma muito "portuguesinha" que temos do «dividir para reinar». 'Bora deixar uma série de coisas indefinidas, assim "no ar" (ou no "éter" se quiserem), porque assim é melhor para mim, posso jogar nos dois lados da equipa, não me comprometo, não assumo nada... tudo isto são atitutes que me deixam irritada e contribuem (e muito) para o mau ambiente e mau estar generalizado. Estou a lembrar-me, assim de repente, de imensas situações onde este tipo de coisas sucede... na política, nas organizações (ok, em algumas)...
Falta, na nossa sociedade, Pessoas que não tenham receio de assumir determinada postura, definir "quem faz o quê e até onde", responsabilizar, definir, claramente, o papel de cada um e, depois, obviamente, criar meios para que todos possam desempenhar as suas funções. Dessa forma haverá motivo a "pedir explicações" (seja quando as coisas correm bem, seja quando correm mal). Mas não, insistimos nesta coisa amorfa, indefinida e espera-se que as coisas fluam e tudo resulte. Só podem estar a brincar. Mesmo. Vamos brincar "às organizações", ou "como governar um país ou ser da oposição". É por essas e por outras que estamos como estamos. Claro que a conjectura internacional (e nacional) não ajuda, mesmo. Com a nossa postura perante coisas tão simples como "organização interna", quem faz o quê... não admira que o resultado esteja à vista. E o que é pior... não vislumbro grandes mudanças. Não sou de me conformar (e espero continuar assim), daí irritar-me tanto este tipo de coisas. Dou o meu contributo, e "refilo" com quem de direito, não me conformo. É que acaba por ser muito desgastante, termos de lidar com uma série de situações quando há uma grande indefinição. Mesmo.

tags: ,
publicado por K às 22:25

mais sobre mim
Gosto de...
Dias de Verão: praia, calor. Dias de Inverno: frio e neve. Família. Amizade sincera. Amor. Cantar a plenos pulmões. Dançar até cair para o lado. Boa gargalhada. Fazer tudo e coisa nenhuma. Música. Bom livro. Bom filme. Gelados. Chiquelates. Café. Chá. Dormir. Acordar com vontade de gozar o dia. Conversar horas a fio. Silêncio. Mar. Lua. Estrelas. Guiar sem destino. Viajar. Fotografia. Cheiro a "chuva molhada". Campo. Cidades. Cães. Ar livre. Futebol. Escrever. Pão quentinho com manteiga. Não dar pelo passar do dia. Férias. Trabalho... (nota: ordem aleatória)