Há dias excelentes, memoráveis. Há também os menos bons. Os marcantes. Os decisivos. Este espaço é, apenas, um conjunto de desabafos fruto dos dias que vou percorrendo e da minha (in)sanidade mental. E, tal como eu... tem dias!

Quinta-feira, 03 de Fevereiro, 2011

Eu já sabia, há muito, que não sou normal. Mas, também há muito tempo que já me conformei (e habituei) à minha anormalidade. Ultimamente tenho sido possuída por uma vontade quase incontrolável de ir para a cozinha experimentar iguarias. Sim, eu! Não dá para acreditar. Devo estar a ficar doente, só pode. Logo eu. E sim, estou a referir-me a comidinha, não a sobremesas (essas não contam, porque sempre me apeteceu fazer e sempre dei liberdade à minha vontade). A boa notícia é que só me dá estas vontades quando estou bem longe da cozinha - normalmente é quando estou a trabalhar, não se percebe - e no final do dia, já meia cansada, vai-se qualquer ímpeto culinário. É o que me vale. Isto será contagioso? E grave? Ou será só passageiro e, em menos de nada, terá passado por completo...?

publicado por K às 10:07

Não andas com enjoos, pois não?:)
pedro a 4 de Fevereiro de 2011 às 13:47

Estás a querer saber de mais... ;)
Nope, destes lados nada de enjôos... e por aí?
Está tudo bem?
A ver se conseguimos marcar o dito jantar / café / o que for... beijinhos.
K a 9 de Fevereiro de 2011 às 23:23


mais sobre mim
Gosto de...
Dias de Verão: praia, calor. Dias de Inverno: frio e neve. Família. Amizade sincera. Amor. Cantar a plenos pulmões. Dançar até cair para o lado. Boa gargalhada. Fazer tudo e coisa nenhuma. Música. Bom livro. Bom filme. Gelados. Chiquelates. Café. Chá. Dormir. Acordar com vontade de gozar o dia. Conversar horas a fio. Silêncio. Mar. Lua. Estrelas. Guiar sem destino. Viajar. Fotografia. Cheiro a "chuva molhada". Campo. Cidades. Cães. Ar livre. Futebol. Escrever. Pão quentinho com manteiga. Não dar pelo passar do dia. Férias. Trabalho... (nota: ordem aleatória)