Há dias excelentes, memoráveis. Há também os menos bons. Os marcantes. Os decisivos. Este espaço é, apenas, um conjunto de desabafos fruto dos dias que vou percorrendo e da minha (in)sanidade mental. E, tal como eu... tem dias!

Quarta-feira, 02 de Fevereiro, 2011

Há muitos anos fui apresentada a este mestre da ilusão - guardo com muito carinho, na memória, a pessoa que mo apresentou - e, desde então, a minha admiração por este génio tem crescido.
Uma das razões que me levou a Évora, no passado fim-de-semana, foi a oportunidade de ver (está pela primeira vez em exposição em Portugal), ao vivo e a cores, o que há muito tinha observado, vezes sem conta (quem tiver oportunidade, tem até ao dia 13 de Fevereiro para dar um saltinho a Évora, à Fundação Eugénio de Almeida; a entrada é 1 euro).

Gostei imenso, não fiquei nada desiludida.

Estas são, também, das mais conhecidas (e estão no topo da minha preferência). A da esquerda é a cascata (a água está mesmo a cair?). A da direita é a das escadas (eles estão a subir, ou a descer?).

Não está aqui outra das minhas grandes preferências - senão mesmo a minha favorita, talvez mais logo (e com mais tempo) consiga "postá-la" (não, não vou cortá-la às postas).

M. C. Escher uma mente brilhante.

publicado por K às 13:25

mais sobre mim
Gosto de...
Dias de Verão: praia, calor. Dias de Inverno: frio e neve. Família. Amizade sincera. Amor. Cantar a plenos pulmões. Dançar até cair para o lado. Boa gargalhada. Fazer tudo e coisa nenhuma. Música. Bom livro. Bom filme. Gelados. Chiquelates. Café. Chá. Dormir. Acordar com vontade de gozar o dia. Conversar horas a fio. Silêncio. Mar. Lua. Estrelas. Guiar sem destino. Viajar. Fotografia. Cheiro a "chuva molhada". Campo. Cidades. Cães. Ar livre. Futebol. Escrever. Pão quentinho com manteiga. Não dar pelo passar do dia. Férias. Trabalho... (nota: ordem aleatória)