Há dias excelentes, memoráveis. Há também os menos bons. Os marcantes. Os decisivos. Este espaço é, apenas, um conjunto de desabafos fruto dos dias que vou percorrendo e da minha (in)sanidade mental. E, tal como eu... tem dias!

Quinta-feira, 27 de Janeiro, 2011

Porque, efectivamente, os dias de cão (ou de cadela) terminaram - mesmo, mesmo, MESMO.
Porque apesar de, logo de manhã, quando cheguei ao trabalho ter de dar um "chega para lá" a um energúmeno que não se manca (gaijos!); a verdade é que a coisa acalmou. Até quando? Não se sabe. Talvez quando o amuo passar. Vidas. Seja como for, o ambiente ficou bem mais calmo e sossegado - objectivo cumprido.
Porque fui ter uma reunião com o meu "novo" gestor de conta e, confirma-se, o gaijo não é muito inteligente. Fez ouvidos moucos aos e-mails que eu lhe tinha enviado. E achava, pobre coitado, que connosco (os meus pais foram comigo) o processo se re-iniciava só assim, sem mais nada. Mais um assunto que, espero, em breve estará completamente (e a bem) resolvido.
Porque a coisa está a encaminhar-se (muito bem).
Porque sim.
Os (meus) dias de cão terminaram. Yuuuuuupieeeee! K. acabou de exclamar o grito de Ipiranga.
Florence & The Machine - Dog Days


E só me apetecia, agora, saltar até gastar as energias todas. Sozinha? Naturalmente que não. Saltamos os dois até ficarmos, ambos, completamente esgotados mas muito felizes.

publicado por K às 13:49

mais sobre mim
Gosto de...
Dias de Verão: praia, calor. Dias de Inverno: frio e neve. Família. Amizade sincera. Amor. Cantar a plenos pulmões. Dançar até cair para o lado. Boa gargalhada. Fazer tudo e coisa nenhuma. Música. Bom livro. Bom filme. Gelados. Chiquelates. Café. Chá. Dormir. Acordar com vontade de gozar o dia. Conversar horas a fio. Silêncio. Mar. Lua. Estrelas. Guiar sem destino. Viajar. Fotografia. Cheiro a "chuva molhada". Campo. Cidades. Cães. Ar livre. Futebol. Escrever. Pão quentinho com manteiga. Não dar pelo passar do dia. Férias. Trabalho... (nota: ordem aleatória)