Há dias excelentes, memoráveis. Há também os menos bons. Os marcantes. Os decisivos. Este espaço é, apenas, um conjunto de desabafos fruto dos dias que vou percorrendo e da minha (in)sanidade mental. E, tal como eu... tem dias!

Terça-feira, 17 de Março, 2009

Eu quero acreditar que será, apenas, só (mais) um grande susto.
Quero. Quero acreditar que apesar de antecipar (mais) uns momentos complicados que se avizinham, que irá resultar. Quero. Tenho.
Amanhã saberemos o que os médicos irão dizer, qual o passo seguinte. Só espero que não tenha de ficar MESES à espera de vaga para iniciar o tratamento, seja ele qual for. Quanto mais depressa começar, mais depressa vai conseguir dar a volta.
Estou preparada (será que estou mesmo?) para mais um embate, vamos a isso. Temos de enfrentar, de frente, e lutar com todas as forças. Eu não desisto e só espero que a minha mãe também não. Sinto que não tem a força de outros tempos. Também caramba, é uma atrás da outra. Das duas três, dá ideia que a doença está a brincar connosco, humor diabólico do pior, ou que os médico nunca mais dão com a coisa de vez.
Isto não está fácil, mesmo. Tento passar-lhe toda a força que tenho, animá-la, mimá-la... o meu pai também ficou abalado, é perfeitamente normal.
Tem de correr bem, vai correr bem!

 

Decididamente tenho de ganhar juízo e deixar a merda do tabaco. MESMO.

tags: , ,
publicado por K às 20:02

mais sobre mim
Gosto de...
Dias de Verão: praia, calor. Dias de Inverno: frio e neve. Família. Amizade sincera. Amor. Cantar a plenos pulmões. Dançar até cair para o lado. Boa gargalhada. Fazer tudo e coisa nenhuma. Música. Bom livro. Bom filme. Gelados. Chiquelates. Café. Chá. Dormir. Acordar com vontade de gozar o dia. Conversar horas a fio. Silêncio. Mar. Lua. Estrelas. Guiar sem destino. Viajar. Fotografia. Cheiro a "chuva molhada". Campo. Cidades. Cães. Ar livre. Futebol. Escrever. Pão quentinho com manteiga. Não dar pelo passar do dia. Férias. Trabalho... (nota: ordem aleatória)