Há dias excelentes, memoráveis. Há também os menos bons. Os marcantes. Os decisivos. Este espaço é, apenas, um conjunto de desabafos fruto dos dias que vou percorrendo e da minha (in)sanidade mental. E, tal como eu... tem dias!

Segunda-feira, 20 de Dezembro, 2010

Sabem o que (me) sabe muito bem? Esquecer tudo e todos debaixo de um duche bem quentinho. Não dar pelo passar do tempo. Estar ali, a pensar em tudo e nada. Imaginar mil e um cenários e coisa nenhuma. Relaxar. Carregar baterias. Sair com a energia, novamente, lá em cima. Muitas vezes é a minha bateria. E sai uma K. novinha em folha!

publicado por K às 21:20

NEM MAIS!
Shadow a 21 de Dezembro de 2010 às 10:51

Sim, concordo contigo.
Um banho de imersão, com água bem quente, uma música calma - http://www.youtube.com/watch?v=qb_IwAeRokQ - e decidir apagar tudo. Fecharmos os olhos e ouvirmos para dentro. Esquecemo-nos no nada. Olha, um pouco como na praia. É há hora em que todos se vão embora, que decido obedecer à vontade do mar e mergulhar no grande silêncio.
Pedro a 21 de Dezembro de 2010 às 11:34


mais sobre mim
Gosto de...
Dias de Verão: praia, calor. Dias de Inverno: frio e neve. Família. Amizade sincera. Amor. Cantar a plenos pulmões. Dançar até cair para o lado. Boa gargalhada. Fazer tudo e coisa nenhuma. Música. Bom livro. Bom filme. Gelados. Chiquelates. Café. Chá. Dormir. Acordar com vontade de gozar o dia. Conversar horas a fio. Silêncio. Mar. Lua. Estrelas. Guiar sem destino. Viajar. Fotografia. Cheiro a "chuva molhada". Campo. Cidades. Cães. Ar livre. Futebol. Escrever. Pão quentinho com manteiga. Não dar pelo passar do dia. Férias. Trabalho... (nota: ordem aleatória)