Há dias excelentes, memoráveis. Há também os menos bons. Os marcantes. Os decisivos. Este espaço é, apenas, um conjunto de desabafos fruto dos dias que vou percorrendo e da minha (in)sanidade mental. E, tal como eu... tem dias!

Segunda-feira, 20 de Dezembro, 2010
Sonhar acordada é algo que faço amiúde, volta na volta. Faz parte da (minha)
personalidade. Agora sonhar acordada contigo (às vezes, tem dias) e, ainda
assim, sonhar contigo a noite toda... está a deixar-me apreensiva. No bom
sentido, entenda-se. A nossa aventura de ontem à noite, terá, certamente,
contribuído para este meu desassossego nocturno. Apesar de terem sido poucas
as horas de sono, de ter acordado algumas vezes (algo bastante raro), tu
teimaste em surgir a noite inteira no meu inconsciente (ou será que foi no
subconsciente?, nunca sei).
Temo estar a padecer de uma qualquer doença. Temo...
publicado por K às 11:14

Uma doença chamada Amor??
Pedro a 21 de Dezembro de 2010 às 11:08

:D perto... mas não, creio que ainda não cheguei a esse estágio...
K a 22 de Dezembro de 2010 às 08:17


mais sobre mim
Gosto de...
Dias de Verão: praia, calor. Dias de Inverno: frio e neve. Família. Amizade sincera. Amor. Cantar a plenos pulmões. Dançar até cair para o lado. Boa gargalhada. Fazer tudo e coisa nenhuma. Música. Bom livro. Bom filme. Gelados. Chiquelates. Café. Chá. Dormir. Acordar com vontade de gozar o dia. Conversar horas a fio. Silêncio. Mar. Lua. Estrelas. Guiar sem destino. Viajar. Fotografia. Cheiro a "chuva molhada". Campo. Cidades. Cães. Ar livre. Futebol. Escrever. Pão quentinho com manteiga. Não dar pelo passar do dia. Férias. Trabalho... (nota: ordem aleatória)